Follow Delta News Hub on Twitter Follow Delta News Hub on Facebook Google+ Follow Delta News Hub on LinkedIn Email Delta News Hub

A Delta Air Lines, em um acordo com a Airbus SE, decidiu ampliar seu pedido de aeronaves A321-200, incluindo 30 unidades a mais, e adiar 10 das 25 entregas de aeronaves A350-900 programadas para ocorrerem entre 2019 e 2020, postergando por dois a três anos e aumentando a flexibilidade das entregas.

A programação de entregas para a Delta de suas primeiras aeronaves A350-900 continua em vigor, e a companhia aérea planeja operar seus primeiros voos comerciais com aeronaves A350 no quarto trimestre, equipadas com cabine Delta One Suite e Premium Select. A Delta espera receber cinco aeronaves A350 em 2017.

“Esses acordos atendem às nossas necessidades de substituição da frota de aeronaves de fuselagem larga e estreita”, disse Gil West, vice-presidente executivo sênior e diretor de operações da Delta. “Valorizamos nossas parcerias com a Airbus, Rolls-Royce e GE Aviation, que fornecem o melhor para os nossos negócios, nossos funcionários e nossos clientes”.

A Delta opera atualmente 19 aeronaves A321 e esta ampliação elevará o total de aeronaves entregues de 82 para 112 até 2021. As aeronaves A321 serão primeiramente utilizadas em rotas domésticas nos Estados Unidos, pois as aeronaves mais antigas de rotas nacionais serão retiradas de uso nos próximos anos.

Português (Portuguese)
Follow Delta News Hub on Twitter Follow Delta News Hub on Facebook Google+ Follow Delta News Hub on LinkedIn Email Delta News Hub