A Delta estendeu até 29 de fevereiro o período de isenção na taxa de remarcação de voo, em resposta ao surto em curso do coronavírus, originário da China.

Onde: Pequim (PEK), Xangai (PVG)

Quando: 24 de janeiro a 29 de fevereiro

Essa isenção permite que os clientes com flexibilidade em seus planos de viagem façam uma alteração única em seu itinerário sem incorrer em uma taxa de remarcação.

Os viajantes com Wuhan em sua jornada estão sendo rastreados pelo CDC (Center for Disease Control and Prevention) ao chegar a Nova York, São Francisco, Atlanta, Chicago-O’Hare e Los Angeles, além de passarem por monitoramentos na China. Outros aeroportos dos Estados Unidos também estão rastreando passageiros que incluCarrionmonem Wuhan como parte de sua viagem.

O CDC emitiu um aviso de viagem de nível 3, o qual recomenda que os viajantes evitem viagens não essenciais à China.

A Delta continua em contato com o CDC e está seguindo suas diretrizes.

 

Atualização anterior:

A Delta anunciou a isenção, pois a companhia aérea monitora de perto a evolução da situação do surto de doença respiratória causada pelo coronavírus, originário da China.

Onde: Pequim (PEK) e Xangai (PVG)

Quando: 24 a 31 de janeiro

Essa isenção permite que os clientes com flexibilidade em seus planos de viagem façam uma alteração única em seu itinerário sem incorrer em uma taxa de alteração.

Os viajantes que têm Wuhan em sua jornada estão sendo rastreados pelo CDC (Center for Disease Control and Prevention) nas chegadas a Nova York, São Francisco, Atlanta, Chicago-O'Hare e Los Angeles, além de informações na saída da China. Outros aeroportos dos Estados Unidos também estão rastreando passageiros que incluem Wuhan como parte de sua viagem.

Na quinta-feira, os CDCs emitiram um aviso de viagem de nível 3, que recomenda que os viajantes evitem deslocamentos não essenciais a Wuhan, China. A Delta continua em contato direto com a entidade e segue suas diretrizes.

Related Topics:
Share