MEMORANDO

Para: Colaboradores da Delta ao redor do mundo

De: Ed

Assunto: O desafio que temos pela frente – O impacto COVID-19 cresce rapidamente

No início desta semana, atualizei você sobre as medidas que estamos tomando para proteger nosso pessoal, clientes e negócios em meio ao surto de COVID-19 (coronavírus). Nos poucos dias seguintes, a situação piorou consideravelmente, com grandes eventos públicos cancelados, empresas suspendendo viagens e destinos populares enfrentando maiores restrições do governo, incluindo uma proibição de viagens à Europa continental, por 30 dias, anunciada na noite de quarta-feira.

A demanda por viagens está diminuindo diariamente a um ritmo acelerado, gerando um impacto sem precedentes nas receitas. Os cancelamentos estão aumentando dramaticamente, com as reservas líquidas agora negativas para viagens nas próximas quatro semanas. Para colocar isso em perspectiva, atualmente estamos vendo mais cancelamentos do que novas reservas no próximo mês.

A velocidade da queda da demanda é diferente de tudo que vimos – e já vimos muitas coisas em nossos negócios. Estamos nos movendo rapidamente para economizar dinheiro e proteger nossa empresa. E, com a queda da receita, devemos nos concentrar em eliminar custos.

Para isso, estamos adotando ações difíceis, mas determinadas, para proteger a posição financeira da empresa. Essas incluem:

  • Uma redução geral de capacidade de 40% nos próximos meses – a maior redução de capacidade na história da Delta, incluindo 2001.
  • Eliminação de voos para a Europa continental pelos próximos 30 dias, medida que pode ser estendida. Manteremos o serviço para Londres.
  • Estacionar até 300 aeronaves, uma vez que nossa capacidade reduzida requer uma frota substancialmente menor.
  • Postergar novas entregas de aeronaves para gerenciar nossa capacidade reduzida e economizar dinheiro.
  • Reduzir as despesas de capital em pelo menos US $ 2 bilhões no ano, incluindo adiar a remodelação de aeronaves, iniciativas de TI e outras oportunidades para controlar despesas.
  • Oferecer imediatamente licenças voluntárias e não remuneradas de curto prazo, bem como um congelamento imediato de contratações.
  • Reduzir substancialmente o uso de consultores e contratados.

Tomaremos decisões mais críticas sobre nossa conduta nos próximos dias. A situação flui rapidamente e provavelmente deverá piorar. Mas o que não muda é o seguinte: a Delta permanece mais bem posicionada do que nunca em nossa história para enfrentar uma tempestade dessa magnitude. Passamos uma década construindo uma companhia aérea forte e resiliente, com os melhores profissionais do ramo. Vamos superar isso, e tomar ações fortes e decisivas agora irá garantir que estaremos adequadamente colocados para recuperar nossos negócios quando os clientes começarem a viajar novamente.

Nos próximos dias e semanas, todos nós teremos a oportunidade de contribuir para a durabilidade da empresa. Isso varia de considerar uma licença voluntária que funcione para você e sua família e identificar oportunidades de economizar dinheiro em sua divisão ou departamento até o voluntariado no Peach Corps (quando os funcionários da Delta se voluntariam nos aeroportos) para ajudar nossos clientes e colegas no aeroporto. Peço a todos que vejam o que podem fazer para nos ajudar a cortar gastos. À luz dessa situação, estou renunciando a 100% do meu salário, efetivo imediatamente, pelos próximos seis meses.

Estamos discutindo com a Casa Branca e o Congresso sobre o apoio que eles podem oferecer para nos ajudar nesse período. Estou otimista de que receberemos o suporte deles. Dito isso, a forma e o valor são imprevisíveis, e não podemos colocar o futuro da empresa em risco à espera da ajuda do governo.

Acima de tudo, nada é mais importante do que o cuidado, a segurança e a saúde de nossos clientes. Isso inclui as várias medidas que estamos adotando para manter nossos aviões e instalações limpas e desinfetadas, bem como nosso compromisso interminável com a segurança de voo, mesmo em meio a essas preocupações. Precisamos garantir aos nossos clientes que é seguro voar em todos os aspectos, agora mais do que nunca. Também entendemos a necessidade de distanciamento social, como um meio de proteger nossos clientes e os outros, e incentivar todos os nossos funcionários a estarem atentos a todas as oportunidades para reduzir o risco de transmissão no trabalho e em suas vidas cotidianas. Essa é uma crise severa.

Sei que muitos dos membros mais novos da família Delta nunca experimentaram esse nível de incerteza em nossos negócios. Seus colegas veteranos lhe dirão que já passamos por tempos turbulentos e o que sempre nos levou adiante foi o nosso compromisso com nossos valores, nossa cultura e a preocupação uns com os outros. Estou confiante de que sairemos dessa crise como uma marca global forte e confiável que realmente conecta o mundo como nenhuma outra. E seremos mais fortes por termos passado por essa experiência.

Continuo honrado por liderar esta equipe. Vou fazer outra atualização no início da próxima semana. Obrigado por tudo o que estão realizando e que continuarão a realizar nos próximos dias para cuidar da família Delta e de nossos clientes.

Ed

 

Share