Skip to main content

Delta News Hub Logo

A Delta Air Lines anunciou hoje os resultados financeiros do primeiro trimestre de 2018. Os destaques desses resultados, incluindo métricas GAAP e métricas, estão apresentados abaixo e incorporados nesse informativo.

O lucro líquido ajustado do primeiro trimestre de 2018 foi de US$ 676 milhões, um aumento de US$ 104 milhões em relação ao mesmo período do ano anterior, com o recorde de receitas neutralizado pelo aumento nos preços de combustível e outros custos, incluindo a quantia de US$ 44 milhões do impacto causado pelo inverno rigoroso.

“Os funcionários da Delta garantiram um sólido trimestre e nossa receita recorde foi resultado direto do ótimo serviço e da alta confiabilidade operacional proporcionado aos nossos clientes. É uma honra reconhecer esse excelente trabalho com US$ 183 milhões destinados a participação nos lucros em 2018”, disse Ed Bastian, CEO da Delta. “Seguimos firmes em nosso plano para aumentar os lucros em 2018 por meio de crescimento de primeira linha, melhorando nossos custos e estabelecendo parcerias internacionais.”

Receitas

A receita operacional ajustada da Delta foi de US$ 9,8 bilhões no primeiro trimestre de 2018, um aumento de 8%, ou US$ 715 milhões, em relação ao ano anterior. Essa receita é um recorde do primeiro trimestre do ano para a empresa, resultado de melhorias nos negócios da Delta, incluindo um aumento de 23% na receita de transporte de carga e um aumento de US$ 78 milhões na receita total de fidelidade. A iniciativa Branded Fares da Delta movimentou US$ 421 milhões em receita de upsell no período, um aumento de 23% em relação ao ano passado.

O total de receitas unitárias, excluindo as vendas de refinaria (TRASM), aumentou 5% durante o período, com moeda estrangeira contribuindo com pouco mais de 0,5 pontos de benefícios. Este é o quarto trimestre consecutivo de crescimento ano a ano, com todas as regiões geográficas apresentando resultados positivos.

“Este é o melhor momento das receitas da Delta desde 2014, com receitas domésticas unitárias positivas, melhorias em todas as nossas entidades internacionais, forte demanda por viagens corporativas e aumentos de dois dígitos em nossas receitas de fidelidade”, disse Glen Hauenstein, presidente da Delta. “Com as nossas sólidas iniciativas comerciais, implementadas com o serviço Delta líder do setor, esperamos manter esse ritmo e atingir o crescimento anual da receita total de 4% a 6% para o ano todo.”

March 2018 Earnings - Table 1

Orientação para o segundo trimestre de 2018

Para o segundo trimestre de 2018, a Delta espera que o crescimento sólido da receita e a melhoria nos custos neutralizem o impacto do aumento dos preços de combustíveis. A empresa também se beneficiará com a redução nas taxas contábeis e fiscais.

March 2018 Earnings - Table 2

Desempenho de custos

O total de despesas operacionais ajustadas no primeiro trimestre de 2018 aumentou US$ 817 milhões, devido ao aumento nos preços de combustível, investimentos em salários e participação nos lucros dos funcionários, além de aumento nas despesas com desvalorização.

As despesas ajustadas de combustível aumentaram US$ 317 milhões, ou 20% em relação ao primeiro trimestre de 2017, já que o aumento ano a ano nos preços de combustível foi atenuado pelas perdas de hedge no ano anterior e melhor eficiência do combustível. O preço do combustível por galão ajustado da Delta no primeiro trimestre de 2018 foi de US$ 2,01, incluindo US$ 0,05 de benefícios para a refinaria.

O valor de CASM-Ex aumentou 3,9% no primeiro trimestre de 2018 em relação ao mesmo período do ano passado, devido aos aumentos nos salários de abril de 2017 e à desvalorização acelerada causada pela aposentadoria de aeronaves. Os custos unitários também tiveram a pressão de cerca de 1 ponto devido ao impacto do inverno rigoroso e do câmbio. A Delta espera neste período o maior aumento do ano nas despesas não relacionadas a combustível.

“Esperamos um aumento no custo unitário de 1% a 3% no segundo trimestre de 2018, com os resultados de investimentos no nosso pessoal e nos nossos negócios realizados no ano passado”, disse Paul Jacobson, diretor financeiro da Delta. “Depois da pressão da desvalorização da aposentadoria de frotas e os benefícios das nossas iniciativas de melhorias upgauging e One Delta no final do ano, seguimos nossa meta de custo unitário para o ano todo de 0% a 2%.”

A despesa não operacional ajustada não teve mudança na comparação ano a ano no primeiro trimestre de 2018, pois a melhoria de US$ 62 milhões nas despesas de planos de pensão foi compensada por custos de juros mais altos e a sazonalidade dos ganhos de parceiros de joint venture. A empresa espera que a despesa não operacional ajustada para o ano de 2018 apresente uma redução de US$ 200 milhões a US$ 250 milhões em relação a 2017, devido à redução nas despesas de planos de pensão.

As despesas com impostos caíram US$ 117 milhões no primeiro trimestre de 2018, principalmente devido à redução na alíquota de imposto da Delta de 34% para 23%.

Fluxo de caixa e retorno a acionistas

A Delta gerou US$ 1,3 bilhão em fluxo de caixa operacional, com o caixa sazonal parcialmente compensado pelo pagamento de US$ 1,1 bilhão de participação nos lucros aos funcionários e uma contribuição voluntária de US$ 500 milhões de pensão no primeiro trimestre de 2018, completando o financiamento para o ano inteiro. A Delta gerou US$ 173 milhões de fluxo de caixa livre durante o trimestre, após o investimento de US$ 1,2 bilhão nos negócios, principalmente em compras e aprimoramentos de aeronaves.

No primeiro trimestre de 2018, a Delta devolveu US$ 542 milhões aos acionistas, que se referem a US$ 325 milhões em recompras de ações e US$ 217 milhões em dividendos.

Destaques estratégicos

No primeiro trimestre de 2018, a Delta atingiu vários marcos em seus cinco pilares estratégicos principais.

Cultura e pessoas

  • Nomeada uma das Empresas Mais Admiradas pela revista Fortune pelo quinto ano consecutivo.
  • Nomeada uma das 100 Melhores Empresas para Trabalhar de 2018 pela Fortune, pelo segundo ano consecutivo.

Confiabilidade operacional

  • Garantiu 52 dias sem cancelamentos nas linha principal e 19 dias sem cancelamentos em todo o sistema, um aumento de 9 dias em relação ao primeiro trimestre de 2017.
  • Atingiu desempenho sem atraso (A0) nas linhas principais de 74,2% no primeiro trimestre de 2018, um aumento em relação ao desempenho de 73,5% do ano passado.

Rede e parcerias

  • Aumentou a eficiência por meio da estratégia de upgauging, que aumentou o número de assentos domésticos em 3,4%, com 0,9% a mais no número de embarques no período. Como parte de renovação da sua frota, a Delta colocou mais 43 Boeing 737-900 e Airbus A321 em operação, colocando mais 105 aeronaves AVOD em sua frota em relação ao ano passado.
  • Recebeu as aprovações finais das autoridades reguladoras para uma nova parceria de joint venture com a Korean Air, oferecendo uma das redes de rotas mais abrangentes no mercado transpacífico.

Experiência e fidelidade do cliente

  • Registrou um aumento de dois dígitos em despesas de marcas conjuntas, ajudando a garantir US$ 85 milhões de valor incremental do contrato da Delta com a American Express no primeiro trimestre de 2018. As novas aquisições de cartões bateram recorde no período, após o recorde de 2017 com mais de 1 milhão de aquisições de cartões.
  • Implementou uma experiência de check-in mais integrada nos 32 Delta Sky Clubs, com a instalação de dispositivos portáteis com embaixadores da marca. A Delta instalou a tecnologia de check-in CLEAR em 50 Delta Sky Clubs, simplificando ainda mais o processo de check-in para os membros do CLEAR.

Balanço de investimentos

  • Fez a contribuição voluntária de US$ 500 milhões para o plano de pensão e encerrou o trimestre com um passivo não financiado de US$ 6,3 bilhões, uma redução de US$ 642 milhões a partir do final de 2017.

 

Mudanças nas normas de contabilidade

No dia 1º de janeiro, a Delta adotou uma série de novas normas contábeis, incluindo o novo padrão de reconhecimento de receita, que gerou 0,5 ponto de margem e US$ 0,05 por ação de pressão no primeiro trimestre de 2018. Isso representa substancialmente todo o impacto da margem e lucro relacionado às novas normas contábeis de 2018.

Os períodos anteriores apresentados aqui foram reformulados para refletir a adoção desses novos padrões. Além disso, a Delta fez as seguintes alterações em sua demonstração de resultados:

  • A Delta deixou de desagregar a receita de passageiros por operadoras principais e regionais.
  • As despesas de negócios auxiliares foram consolidadas em apenas um item de despesas operacionais.
  • As despesas de combustível das transportadoras regionais são agora relatadas nas despesas de combustível de aeronaves e impostos relacionados, e não nas despesas da transportadora regional.

Resultados do primeiro trimestre de 2018

Itens especiais do trimestre consistem principalmente em ajustes de marcação de mercado em hedges de combustível da refinaria e ganhos/perdas não realizados em investimentos.

March 2018 Earnings - Table 3

 

Sobre a Delta

A Delta Air Lines está trabalhando para ser a melhor companhia aérea dos EUA na América Latina e no Caribe. Ela foi homenageada com cinco World Travel Awards em 2017 nas categorias de Melhor Companhia Aérea da América do Norte e Melhor Companhia Aérea dos Estados Unidos para a América Central, para a América do Sul, para o Caribe e para o México pelo terceiro ano consecutivo. A Delta também foi reconhecida com o prêmio Insignia Latam Excellence de 2018 da LADEVI por seu serviço na região. A Delta prossegue seu processo de crescimento na América Latina ao estabelecer uma aliança de longo prazo exclusiva com a GOL Linhas Aéreas InteligentesAeroméxico e a Aerolíneas Argentinas, e está comprometida em construir uma forte presença regional para aprimorar a sua rede global e oferecer a melhor experiência  para os seus clientes. A Delta disponibiliza serviços para 31 países e 52 destinos na região, oferecendo acima de 1.750 voos semanais entre os EUA e a América Latina/Caribe. A Delta oferece aos seus clientes assistência em tempo real, em espanhol e português, pelo Twitter @DeltaAssist_ES e @DeltaAjuda das 9h00 às 19h00. Os clientes brasileiros podem acessar a página do Facebook da Delta dedicada ao Brasil, por meio do link: http://www.facebook.com/DeltaAirLinesBrasil.

A Delta Air Lines atende mais de 180 milhões de passageiros por ano. Em 2018, a Delta foi incluída no top 50 das “Empresas Mais Admiradas do Mundo” da revista Fortune, bem como nomeada a companhia aérea mais admirada pela sétima vez em oito anos. Além disso, a Delta foi eleita como a empresa aérea número um na pesquisa Business Travel News pelo sétimo ano consecutivo, sendo a primeira companhia aérea no topo do ranking. A Delta e as linhas que compõem a Delta Connection oferecem serviços para 312 destinos, em 55 países, em seis continentes. Com sede em Atlanta, a Delta emprega mais de 80 mil pessoas no mundo e opera uma frota com mais de 800 aeronaves. Membro fundador da aliança global SkyTeam, a Delta participa da aliança transatlântica líder da indústria com a Air France-KLM e Alitalia, bem como uma joint venture com a Virgin Atlantic. Incluindo seus parceiros mundiais, a Delta oferece aos seus clientes mais de 15 mil voos diários, com importantes hubs e mercados incluindo Amsterdam, Atlanta, Boston, Detroit, Los Angeles, Cidade do México, Minneapolis-St. Paul, Nova York-JFK, Nova York-LaGuardia, Londres-Heathrow, Paris-Charles de Gaulle, Salt Lake City, São Paulo, Seattle, Seul e Tóquio-Narita. A Delta está investindo bilhões de dólares em aeroportos e produtos, serviços e tecnologia para aprimorar a experiência de viagem de seus clientes no céu e no solo. Mais informações estão disponíveis em Delta News Hub e no site delta.com, no Twitter @DeltaNewsHub, em Google.com/+Delta, em facebook.com/delta e no blog do Delta takingoff.delta.com.

 

Declarações prospectivas

As declarações nesta atualização para os investidores que não forem fatos históricos, incluindo declarações de estimativas, expectativas, crenças, intenções, projeções ou estratégias para o futuro, podem ser “declarações sobre previsões”, conforme definido na Lei de Reforma de Litígios de Títulos Privados de 1995. Todas as declarações sobre previsões envolvem uma série de riscos e incertezas que podem causar diferenças significativas nos resultados reais em relação às estimativas, expectativas, crenças, intenções, projeções e estratégias refletidas ou sugeridas pelas declarações sobre previsões. Estes riscos e incertezas incluem, mas não somente, custo do combustível das aeronaves; impacto da atividade de hedging de combustível, incluindo reequilíbrio da nossa carteira de hedge; ajustes na marcação de mercado ou garantia relacionada aos contratos de hedge de combustível; disponibilidade de combustível para aeronaves; desempenho dos nossos investimentos em companhias aéreas em outras partes do mundo; possíveis efeitos de acidentes envolvendo nossas aeronaves; interrupções ou falhas de segurança da nossa infraestrutura de tecnologia da informação ou dos nossos fornecedores ou provedores de serviços; interrupções em nossa infraestrutura de tecnologia da informação; nossa dependência da tecnologia em nossas operações; restrições que os compromissos financeiros em nossos contratos de financiamento terão em nossas operações financeiras e comerciais; questões trabalhistas; efeitos meteorológicos, de desastres naturais e sazonalidade em nossos negócios; efeitos de uma interrupção prolongada dos serviços prestados por transportadoras regionais de terceiros; falha ou incapacidade do seguro de cobrir um passivo significativo na refinaria de Monroe em Trainer; impacto da regulação ambiental na refinaria em Trainer, incluindo os custos relacionados a regulamentos de combustível renovável; nossa capacidade de manter a gerência e os principais funcionários; danos em nossa reputação e marca se formos expostos à publicidade adversa significativa nas redes sociais; efeitos de ataques terroristas ou conflitos geopolíticos; condições competitivas no setor de transportes aéreos; interrupções ou paradas no funcionamento de aeroportos onde operamos; efeitos da regulamentação governamental extensiva em nossos negócios; a sensibilidade da indústria aérea a períodos prolongados de condições econômicas estagnadas ou fracas; incerteza nas condições econômicas e no ambiente regulatório no Reino Unido com relação à saída do país da União Europeia; e efeitos da rápida propagação de doenças contagiosas.

Informações adicionais sobre riscos e incertezas que possam causar diferenças entre os resultados reais e as previsões estão contidas nos nossos registros da Comissão de Valores Mobiliários e Câmbio, incluindo nosso Relatório Anual no Formulário 10-K para o ano fiscal encerrado em 31 de dezembro de 2017 e nosso Relatório Trimestral no Formulário 10-Q para o período trimestral encerrado em 31 de maio de 2018. Um cuidado especial deve ser considerado para não depositar confiança indevida em nossas previsões, que representam nossas opiniões válidas até 12 de abril de 2018 e que não pretendemos atualizar.

March 2018 Earnings - Table 4

March 2018 Earnings - Table 5

March 2018 Earnings - Table 6

March 2018 Earnings - Table 7

March 2018 Earnings - Table 8

March 2018 Earnings - Table 9

March 2018 Earnings - Table 10

March 2018 Earnings - Table 11

Português (Portuguese)