O relatório detalha as atividades globais defendidas pela empresa e os compromissos políticos diretos e indiretos que apoiam e complementam suas metas climáticas alinhadas ao Acordo de Paris.

A Delta Air Lines divulgou seu Relatório de Lobby Climático detalhando as atividades globais defendidas pela empresa, bem como os compromissos políticos diretos e indiretos que apoiam e complementam suas metas climáticas alinhadas ao Acordo de Paris.

O documento ressalta o compromisso da companhia de ser uma voz positiva em questões de política climática agora e no futuro. Foi preparado sob a direção do conselho de administração da Delta em resposta a uma proposta que recebeu apoio dos acionistas na reunião anual da empresa em 2021. O relatório descreve as atuais metas climáticas da Delta; sua estrutura de governança para monitorar e avaliar os progressos; seus princípios fundamentais de política climática; e atividades de lobby pelo clima realizadas no último ano, inclusive por associações comerciais. Também analisa áreas de potencial desalinhamento entre as metas climáticas da empresa e as atividades de lobby das associações, demonstrando um compromisso em impulsionar mudanças construtivas que promovam essas metas.

“A transparência é um princípio central de nossos esforços ESG (sigla em inglês para Meio Ambiente, Social e Governança*), e apreciamos o interesse dos investidores em nossas metas climáticas e em nossos esforços para promovê-las. Como parte de um setor difícil de reduzir as emissões de gases, estamos orgulhosos do trabalho que fizemos para impulsionar a mudança de políticas e continuamos procurando oportunidades que nos ajudem a alcançar nossos ambiciosos objetivos de uma aviação de impacto zero”, disse o diretor executivo Jurídico da Delta, Peter Carter. “O envolvimento político efetivo é fundamental para acelerar os novos mercados, as coalizões e as tecnologias necessárias para descarbonizar a aviação e enfrentar o desafio climático”.

O relatório ainda aborda, de forma transparente, as atividades diretas e indiretas de lobby climático associadas à subsidiária Monroe Energy, da Delta, que opera a Refinaria Trainer, a única refinaria de propriedade de uma companhia aérea no mundo. Isso propicia uma janela para a gama de políticas econômicas e considerações ESG que afetam a transição do setor de combustíveis fósseis para soluções de combustíveis mais renováveis, que serão essenciais para o avanço das metas de impacto zero da Delta.

Nesta primavera (do Hemisfério Norte*), a Delta planeja lançar seu relatório ESG 2021, que conterá mais informações sobre a estratégia climática da companhia e o caminho para a descarbonização. O envolvimento político continuará a moldar como a Delta avança em direção a seus objetivos climáticos e a um futuro mais sustentável.

Mais informações sobre o programa de sustentabilidade ambiental da Delta, incluindo seu relatório ESG de 2020, podem ser encontradas na Central de Notícias da Delta.

O Relatório sobre Lobby Climático completo está disponível em delta.com.

*Notas do editor.

Share