Em Atlanta, a nova experiência habilitada por reconhecimento facial oferece a conveniência de os viajantes não usarem as mãos nem seus dispositivos, da chegada ao aeroporto ao portão de embarque.

Nota do editor: Um pacote de materiais extras para download, ficha técnica e uma seleção de fotos estão disponíveis para a imprensa.

A partir do próximo mês, viajar pelo Aeroporto Internacional Hartsfield-Jackson, em Atlanta, será ainda mais fácil para os clientes da Delta inscritos no programa TSA PreCheck (processo prévio de inspeção que permite aos passageiros que fazem parte de um dos programas de viajantes de confiança do Departamento de Segurança Nacional dos Estados Unidos passar de forma fácil e rápida pelos pontos de verificação de segurança da TSA, sigla de Transportation Security Administration, ou Administração para a Segurança dos Transportes*). Isso por conta da expansão de novos recursos de reconhecimento facial e a abertura do primeiro saguão express para a entrega de bagagem Delta-TSA PreCheck®.

A passenger uses TSA facial recognition technology.
Article
Delta’s digital identity experience is expanding to Atlanta, offering customers a more efficient way to navigate the airport – without showing a paper boarding pass or a physical government ID.

Os viajantes com o aplicativo Fly Delta e uma associação TSA PreCheck em breve poderão visitar um novo saguão exclusivo para entrega de bagagem no nível inferior do Terminal Sul doméstico de Atlanta, passar pelo posto de controle de segurança e embarcar em seu avião após cruzar o portão de embarque usando apenas sua “identidade digital” (composta pelo número de associado SkyMiles do cliente, número do passaporte e Número de Viajante Conhecido). Com isso, da chegada ao aeroporto até o portão de embarque, os passageiros podem viajar sem usar as mãos e seus dispositivos.

TSA Facial Recognition
Article
Delta customers in Detroit can use their passport number and TSA PreCheck® or Global Entry membership as a digital ID.

“Queremos dar aos nossos clientes mais tempo para desfrutar das viagens, oferecendo experiências simplificadas, integradas e eficientes de ponta a ponta”, disse o vice-presidente de Design de Experiência de Marca da Delta, Byron Merritt. “A Delta é líder em testes e implementação de tecnologia de reconhecimento facial desde 2018, como parte de nossa visão de construir aeroportos que demandem menos esforço dos viajantes. O lançamento do saguão express de entrega de bagagem de Atlanta é o passo mais recente em nosso compromisso de ouvir e inovar para nossos clientes”.

Confira como a nova experiência da Delta facilitará o trânsito por três pontos de contato do aeroporto em Atlanta:

1. ENTREGA DE BAGAGEM

Bag Drop

A Delta está estabelecendo um novo padrão para o setor como a primeira e única companhia aérea a construir para os clientes TSA PreCheck um espaço exclusivo para entrega de bagagem. Em Atlanta, uma nova e elegante instalação conta com máquinas de autoatendimento para o despacho de malas totalmente automatizadas, permitindo uma entrega rápida e fácil.

Depois de fazer o check-in no aplicativo Fly Delta, os clientes podem entrar na área exclusiva do saguão, convenientemente localizada ao lado do espaço de devolução de veículos compartilhados, no nível inferior do Terminal Sul doméstico de Atlanta. Essas máquinas verificarão rapidamente sua identidade por meio do escaneamento facial, sem uso das mãos; imprimirão, em um quiosque de autoatendimento, a etiqueta que será anexada à bagagem, e conduzirão sua mala na esteira.

A nova experiência não apenas simplifica as etapas necessárias para despachar uma bagagem, mas também economiza o tempo dos clientes em uma média superior a dois minutos (e mais ainda nos horários de pico de viagem), permitindo que eles evitem as filas dentro do lobby principal do aeroporto.

O espaço será aberto no próximo mês, antes da temporada de festas de fim de ano. Em Detroit, os clientes qualificados poderão aproveitar a etiquetagem de bagagens por autoatendimento e uma fila de entrega de malas exclusiva no balcão de check-in da Delta no final deste outono (do Hemisfério Norte*).

2. PONTO DE VERIFICAÇÃO DE SEGURANÇA

Security Checkpoint

Depois de uma curta caminhada da entrega da bagagem à área de segurança, os clientes qualificados usarão novamente uma rápida varredura facial para passar pelo posto de controle doméstico em filas exclusivas do TSA PreCheck, sem necessidade de mostrar uma identidade do governo ou cartão de embarque.

Em Atlanta, os viajantes também terão o benefício de scanners de segurança mais eficientes e líderes do setor, que permitem aos passageiros manter eletrônicos e líquidos aprovados em sua bagagem de mão. Como sempre, o CLEAR (sistema que também permite substituir o uso de documentos de identificação físicos por dados biométricos*) continua sendo uma boa escolha para membros que preferem usar seus serviços.

​computed tomography-automated screening lane systems
Article
Atlanta’s domestic terminal south security checkpoint will be the first in the U.S. to be converted to upgraded, high-tech screening lanes.

3. EMBARQUE

Boarding

Quando chegar a hora de embarcar, os clientes realizarão um escaneamento facial no lugar de apresentar um cartão de embarque, assim como fizeram no momento da entrega da bagagem e no posto de controle de segurança. Basta uma foto e eles estão prontos para embarcar.

Em Atlanta, os portões T1-T8 serão os primeiros a oferecer uma opção de reconhecimento facial para embarque doméstico. Os portões A10 e A12 oferecerão o mesmo embarque habilitado para identidade digital em Detroit.

“Esse elemento da jornada do cliente é possível graças às nossas fortes parcerias com a TSA, a Alfândega e Proteção de Fronteiras dos Estados Unidos e o comando do aeroporto, que foram construídas ao longo de anos de testes e aperfeiçoamento de opções de reconhecimento facial para clientes internacionais”, disse o diretor geral de Experiência no Aeroporto da Delta, Greg Forbes. “A Delta está escrevendo o manual para o setor como a primeira e única transportadora a testar essa experiência com a TSA e TSA PreCheck”.

Article
Since Delta launched the first biometric terminal in the U.S. in 2018, the airline has advanced its position as the industry leader in biometrics.

“Estamos felizes por oferecer tecnologias de autoatendimento que aumentam a segurança e reduzem o contato físico para passageiros e funcionários da TSA”, disse o diretor de Segurança Federal da TSA de Atlanta, Robert Spinden. “Esse é um dos muitos pilotos em aeroportos domésticos, e esperamos continuar testando novas iniciativas com companhias aéreas e parceiros de interagências”.

Os clientes com uma associação Delta SkyMiles ativa, Número de Viajante Conhecido e detalhes do passaporte salvos em seu perfil podem optar por fazer o check-in para seu voo usando o aplicativo Fly Delta. Se um passageiro não quiser participar dessa opção, ele pode escolher não aceitar e seguir pelo aeroporto conforme sua preferência. A participação é voluntária. A Delta não salva ou armazena nenhum dado biométrico, nem planeja fazê-lo.

As equipes da companhia estão trabalhando para expandir as ofertas habilitadas para reconhecimento facial da empresa aérea, tanto em escala quanto em escopo, para que mais pessoas possam experimentar uma viagem hands-free no futuro.

Com melhorias contínuas na experiência do cliente tanto no ar quanto em solo, e ainda mais destinos na programação em 2021-2022, a Delta está dando mais motivos para que os passageiros desejem voar conforme eles voltam a viajar.

Delta Digital ID

*Notas do editor.