A Delta Air Lines apresentará pedido ao governo dos Estados Unidos para operar um voo direto para Cuba, afirmou a companhia aérea. A assinatura de um acordo histórico nesta terça-feira permite que companhias aéreas norte-americanas ofereçam voos comerciais programados para Havana e outras nove cidades cubanas.

 “Apresentar o pedido para oferecer voos para Havana é um momento importante na história da aviação para a Delta e entre os Estados Unidos e Cuba”, disse Nicolas Ferri, vice-presidente da Delta para a América Latina e o Caribe. “Esperamos fornecer acesso à ilha partindo dos Estados Unidos e de todo o mundo. Este mercado irá aumentar a força de nossa rede no Caribe. ”

 “O Departamento de Transportes dos Estados Unidos deverá notificar quais frequências e rotas foram aprovadas às companhias aéreas até a metade de 2016”, disse Joe Esposito, vice-presidente de Planejamento de Rede da Delta. “Enquanto isso, a Delta está se preparando cuidadosamente para atender este mercado. ”

Espera-se que a operação para Cuba seja restabelecida neste ano, permitindo que companhias aéreas norte-americanas que apresentaram o pedido ofereçam 20 voos diários de ida e volta entre os Estados Unidos e Havana e 10 voos diários de ida e volta para outras nove cidades cubanas com aeroportos internacionais.

Em maio de 2015, a Delta operou um voo fretado que levou a Orquestra de Minnesota de volta para Cuba, após ter tocado em Havana pela primeira vez há 85 anos.

Share