Nota do Editor – 13 de março: Desde a publicação, a Delta adicionou o serviço de Minneapolis / St. Paul para Paris e Amsterdã na lista de rotas suspensas. E Boston e Miami foram incluídos na lista de aeroportos aprovados pelo CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças).

A Delta irá operar uma programação quase completa de voos da Europa continental para vários gateways dos Estados Unidos até domingo, 15 de março, para garantir que os clientes elegíveis possam retornar aos Estados Unidos conforme a companhia aérea se adequa a uma nova diretiva de viagem emitida pelo governo norte-americano.

Após o domingo, a Delta adotará um cronograma significativamente reduzido de voos dos Estados Unidos para a Europa, enquanto monitora a demanda dos clientes. A companhia continuará ajudando os clientes afetados por esses ajustes no cronograma, inclusive notificando aqueles cujos voos foram afetados por essas alterações.

A prioridade da Delta é garantir a saúde e a segurança de clientes e funcionários. A Delta expandiu seus processos de limpeza de aeronaves para incluir um procedimento de nebulização que desinfeta áreas comuns de superfície com um desinfetante seguro e de alto grau registrado na EPA (Agência de Proteção Ambiental, por sua sigla em inglês), altamente eficaz contra muitas doenças transmissíveis, incluindo o coronavírus. Após o procedimento de nebulização, as equipes de limpeza higienizam completamente as superfícies da cabine, incluindo as mesas retráteis, as telas de TV do encosto do banco e os banheiros. Assista a este vídeo para saber mais sobre o nosso procedimento de nebulização.
 

Na última quinta-feira, 12 de março, a companhia anunciou planos de suspender os voos programados para operar da Europa para Cincinnati, Indianápolis, Orlando, Portland, Raleigh-Durham e Salt Lake City após a sexta-feira, 13 de março, uma vez que a diretiva permite que apenas 11 aeroportos norte-americanos sirvam de ponto de entrada de clientes vindos da Europa.

A Delta está limitando as tarifas de viagem para a Europa até 20 de março, e a empresa também renunciou às taxas de alteração para clientes que viajam para, da ou pela Europa e Reino Unido até 31 de maio. Detalhes estão disponíveis em delta.com. Para ajudar a atender clientes com necessidades imediatas de viagem, solicitamos que aqueles que não viajam nas próximas 72 horas esperem e entre em contato conosco mais perto da sua viagem.

Informações abrangentes e atualizações contínuas sobre a resposta da Delta ao vírus COVID-19 estão disponíveis aqui.

Related Topics:
Share