A Delta Air Lines e a Mayo Clinic, líder global em atendimentos médicos graves e complexos, estão aprofundando seu relacionamento para oferecer segurança adicional e medidas de controle de infecção por COVID-19 para clientes e funcionários. A colaboração é mais uma iniciativa significativa nos esforços da Delta para desenvolver sua base de cuidados e limpeza, conhecida como Delta CareStandard (Padrão Delta de Atendimento*), para reduzir o risco de transmissão de COVID-19 durante a viagem.

“Não há nada mais importante do que a saúde e a segurança de nossos colaboradores e passageiros. À medida que continuamos ajustando nossos negócios para mitigar a possibilidade de propagação da COVID-19, não há organização melhor equipada no mundo do que a Mayo Clinic para atuar como consultora médica da Delta”, disse Ed Bastian, CEO da Delta Air Lines. “O papel que a Mayo desempenhará no teste de nossos funcionários e no aconselhamento sobre práticas de segurança em aeroportos e espaços de trabalho ajudará a fornecer as medidas adicionais de proteção necessárias para proteger nossos clientes e nosso pessoal”.

As ações de proteção que constam do Delta CareStandard, juntamente com outras iniciativas de cuidado em relação aos funcionários, contribuíram em parte para uma diminuição significativa no número de colaboradores que testaram positivo para COVID-19 entre abril e maio. Desde maio, o número de pessoas da companhia com resultados positivos está bem abaixo da média nacional (dos Estados Unidos*). A Delta está trabalhando em estreita colaboração com consultores especializados da Mayo Clinic para revisar, aprimorar e desenvolver continuamente os protocolos adotados nesse sentido.

“A saúde e a segurança de funcionários e clientes continuam sendo nossa prioridade durante este período de incerteza sem precedentes”, diz o médico Gianrico Farrugia, presidente e diretor executivo da Mayo Clinic. “Nossa expertise em prevenção e controle de infecções, bem como nossas pesquisas sobre a COVID-19, nos garantem uma visão especializada para apoiar a Delta por meio de serviços de consultoria, ajudando a implementar as melhores práticas para mitigar a disseminação do novo coronavírus”.

A Delta Air Lines consultará a Mayo Clinic sobre o seguinte:

  • Testagem para a COVID-19 em toda a força de trabalho da Delta – Como uma das primeiras empresas da Fortune 100 a proporcionar o teste de COVID-19 para toda a sua força de trabalho, a empresa aérea vê essa verificação como uma medida crucial na proteção da saúde e segurança de funcionários e clientes. A Mayo Clinic Laboratories criou o programa de exames para os colaboradores da Delta, auxiliou na administração de testes de diagnóstico e sorologia e analisará os resultados para determinar tendências mais amplas. Com base nas descobertas, a Mayo Clinic fará recomendações quanto às políticas e procedimentos existentes na Delta, executará avaliações de risco da força de trabalho e revisará os programas de reteste para a segurança contínua do pessoal que trabalha na Delta.
  • Estabelecimento de um Conselho Consultivo Integrado – Composto por profissionais de ambas as organizações, essa equipe executiva se reunirá frequentemente para revisar e avaliar as políticas e procedimentos de saúde e segurança da Delta. A Mayo Clinic também fornecerá à companhia orientações clínicas contínuas para ajudar a mitigar a disseminação da COVID-19 por meio de medidas de segurança aprimoradas para os funcionários. O conselho será coliderado por Rob Kight, vice-presidente sênior de Relações Humanas da Delta, pelo médico Henry Ting, diretor de Valor da Mayo Clinic, e pelo médico Ph.D William Morice II, presidente do Mayo Clinic Laboratories.
  • Consultoria em saúde do cliente – Trabalhando em estreita colaboração com a equipe de Experiência do Cliente da Delta, sob a orientação de Bill Lentsch, diretor executivo do departamento de Experiência do Cliente, a Mayo Clinic analisará e fornecerá diretrizes sobre os protocolos e garantias atuais do cliente, além de aconselhar a empresa sobre como aprimorar essas medidas para a obtenção de melhores resultados. Além disso, a Mayo Clinic fará recomendações à Delta em relação às melhores práticas para os clientes no tocante à prevenção da COVID-19, incluindo o uso de equipamentos de proteção individual eficazes e orientações sobre como a companhia pode continuar a fornecer uma experiência de viagem limpa e segura.

“Os níveis de satisfação entre os passageiros da Delta atingiram o patamar mais alto de todos os tempos durante a pandemia, mas, à medida que mais pessoas voltam a viajar, entendemos que eles precisarão de garantias ainda maiores de que as experiências da Delta são seguras”, diz Lentsch. “Esta é uma jornada sem linha de chegada, e sabemos que mais de três quartos dos clientes, quando perguntados, afirmam que os testes regulares dos funcionários ajudarão a aumentar sua confiança nas viagens. Essa é a base sobre a qual inovaremos e redefiniremos as vivências futuras de viagens e que garantem que estamos propiciando as experiências seguras que nossos clientes esperam e merecem”.

“A Mayo Clinic respondeu à pandemia da COVID-19 desenvolvendo inovações em testes moleculares e de anticorpos, terapias, incluindo a de plasma retirado dos doentes convalescentes, e protocolos e procedimentos para proteger nossa equipe e os pacientes da propagação da infecção”, explicar o médico Ting. “Estamos ansiosos para colaborar com a Delta usando análises avançadas e as inovações contínuas em testes para ajudar seus passageiros a viajar da maneira mais segura possível”.

 

*Nota do editor.

Related Topics:
Share