A Delta divulgou hoje um declínio nas receitas unitárias para janeiro, embora anuncie mais um período de forte desempenho operacional.

O PRASM consolidado (receita de passageiros por assento-milha disponível) sofreu uma queda de 3% durante o mês, de acordo com o comunicado de imprensa da Delta. Cerca de metade desse declínio foi atribuído às pressões de câmbio de moedas estrangeiras, informou a companhia aérea.

O fator de conclusão de sua linha principal, isto é, a porcentagem de voos que não foram cancelados, ficou em 98,7% para o mês, apesar do clima de inverno em muitas partes dos Estados Unidos. A taxa de pontualidade preliminar foi de 85,2% para o mês.

A capacidade total do sistema aumentou 1,1% e as taxas de ocupação apresentaram um crescimento de 2,1%. 

Share