SÃO PAULO, Brasil, 5 de março de 2013 - A Delta Air Lines (NYSE: DAL) apresentou requerimento junto ao Departamento de Transportes dos EUA para adicionar outros voos diretos entre São Paulo, Nova York e Atlanta, que são considerados mercados chave, aumentando assim a concorrência nos serviços aéreos entre os EUA e o Brasil.

Se aprovada, a Delta vai ter uma segunda partida diária de voos de São Paulo para Atlanta e Nova York, em 2013.

"A Delta tem forte compromisso com o mercado latino-americano e queremos aumentar as opções de viagens de, e para São Paulo, que é o maior e mais importante mercado para viajantes de negócios do Brasil ", disse Nicolas Ferri, vice- presidente da Delta para América Latina e Caribe. "Nosso serviço ampliado significa mais opções para os clientes que voam entre esses mercados de negócios chaves e novos voos para nosso hub em Atlanta significam maior acesso à nossa rede que é líder da indústria doméstica".

A partir de Atlanta, a Delta pode conectar São Paulo a mais de 150 cidades em todos os EUA, em mais de 1.000 partidas em dias de pico. A Delta também oferece acesso a 24 destinos no Brasil, que representam 99% das principais demandas domésticas brasileiras - mais do que qualquer outra companhia aérea dos EUA -, graças à sua aliança estratégica com a GOL Linhas Aéreas Inteligentes.

A Delta opera atualmente 35 voos semanais, sem escalas, entre o Brasil e os EUA, incluindo Atlanta, Detroit e Nova York-JFK e São Paulo, bem como de Atlanta para Rio de Janeiro e Brasília.

A proposta da Delta, de um segundo voo diário entre São Paulo e o Aeroporto Internacional John F. Kennedy, em Nova York, salienta outro passo importante no plano da companhia de investir e crescer em Nova York. O novo voo vai operar a fora do expandido e melhorado Terminal Internacional 4, que é fruto de um projeto de expansão de US$ 1,4 bilhões e que deve abrir suas portas dentro de 90 dias.

Em seu pedido, a Delta também solicitou a aprovação para continuar o seu serviço diário sem escalas entre seu hub em Detroit e São Paulo. O direito de operação da Delta para essa linha vai ser transferido US Airways, em 2015, como parte de uma operação de transferência previamente aprovada que permitiu a Delta se expandir no aeroporto de LaGuardia, em Nova York.

Esta é a primeira vez em mais de uma década que o Departamento de Transportes tem a oportunidade de alocar novas frequências de São Paulo. Essas oportunidades surgem como resultado direto do sucesso do governo dos EUA na negociação de um novo contrato de serviço aéreo com o Brasil, o qual se espera que resulte em um acordo pleno de “Céus Abertos” em 2015.

"As novas frequências vão ajudar a promover o turismo e os interesses comerciais, tanto no Brasil quanto nos EUA, por meio da criação de novos empregos e estimulando a economia local", disse Andrea Fischer Newman, vice-presidente sênior de assuntos governamentais. "É crucial que o Departamento de Transportes conceda estas frequências para a Delta, uma vez que elas também irão ajudar equalizar o mercado entre as companhias aéreas no Brasil."

As novas frequências serão oferecidas com aeronaves 767-300ER da Delta, equipadas com assentos flat-bed, sistema de entretenimento de vídeo on demand e com os premiados cardápios e carta de vinhos ", disse Ferri. O 767 tem capacidade para 210 passageiros sendo 35 na Business Elite, 32 na Economy Comfort e 143 assentos na classe econômica.

Meta Regional da Delta e Investimentos na Experiência do Cliente

"Nosso objetivo é nos tornarmos a melhor companhia aérea dos EUA na América Latina e no Caribe e as iniciativas que estamos implementando para melhorar a experiência do cliente em todos os níveis estão sendo bem sucedidas", disse Ferri. "A Delta foi reconhecida pelo Grupo Companhia, em São Paulo, na semana passada, como a Melhor Companhia Aérea para a América do Norte. Para nós, isto significa que tanto a indústria de viagem quanto nossos clientes estão satisfeitos com as melhorias que estamos introduzindo no mercado".

O Prêmio Destaque Companhia de Viagem, entregue pelo Grupo Companhia, reconhece os melhores serviços de turismo para clientes brasileiros em 15 categorias.

A Delta investiu US$ 3 bilhões nos últimos dois anos para melhorar a experiência do cliente em terra, com novos terminais internacionais em Atlanta e no JFK, em Nova York, bem como com a expansão do Aeroporto de LaGuardia.

A bordo, os passageiros com destino a região norte e sul, em vôos em que o serviço BusinessElite da Delta é oferecido - incluindo São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro- vão desfrutar de uma gama completa de produtos premium para uma confortável, relaxante e produtiva experiência de voo, incluindo o menu para a BusinessElite inspirado na região da América Latina, produzido pela chef Michelle Bernstein, além de uma carta de vinhos atualizada pela master sommelier Andrea Robinson.

A frota da Delta também apresenta um avançado sistema de entretenimento com um acervo de 250 filmes, 100 programas de TV, 50 horas de HBO, vídeo games e  programas infantis, prioridade no check-in e na retirada de bagagens e o novo kit de amenidades com produtos Tumi e Malin + Goetz.

Com relação à inovação tecnológica, a Delta lançou recentemente seu aplicativo Fly Delta para iPad, que é o acontecimento mais recente numa sequência de implementações idealizadas para uma melhora significativa da experiência online e digital de seus clientes, tudo isso dentro do de um investimento de US $ 140 milhões em tecnologia, o que também incluiu os 2.012 lançamentos da nova delta.com em novembro de 2012.

Sobre a Delta Air Lines

A Delta está trabalhando para se tornar a melhor operadora dos EUA na América Latina e no Caribe e acabou de reconhecida como a  ‘A Melhor Companhia Aérea para a América do Norte”, no Prêmio Destaque Companhia de Viagem, concedido pelo Grupo Companhia . Como parte desse objetivo, a Delta estabeleceu uma aliança de longo prazo exclusiva com a GOL Linhas Aéreas Inteligentes, investindo mais de US$ 100 milhões na companhia. Da mesma forma, a Delta já investiu mais de US$ 65 milhões na Aeroméxico como parte de uma aliança comercial exclusiva de longo prazo e estabeleceu um code share com a Aerolíneas Argentinas solidificando sua presença na América Latina. A revista Executive Travel reconheceu a Delta com o prêmio Gold Leading Edge pela melhor experiência em voo no México. A Delta disponibiliza serviços para 32 países e 49 destinos na região, oferecendo mais de 1.000 voos semanais entre a América Latina e os EUA.  Clientes da Delta que falam espanhol  podem optar por receber assistência em tempo real em espanhol e português pelo Twitter @ DeltaAssist_ES e @DeltaAjuda das 9h00 às 19h00. Aos clientes brasileiros, a Delta criou uma página no Facebook que pode ser acessada pelo link: http://www.facebook.com/DeltaAirLinesBrasil.

A Delta Air Lines serve a mais de 160 milhões de passageiros por ano. A Delta foi eleita como a companhia aérea mais admirada no mundo, na lista das Empresas Mais Admiradas do Mundo, da revista Fortune, em 2013, feito repetido duas vezes nos últimos três anos. A Delta e as linhas que compõem a Delta Connection oferecem serviços para 319 destinos, em 59 países, em seis continentes. Com sede em Atlanta, a Delta emprega mais de 80.000 pessoas no mundo e opera uma frota com mais de 700 aeronaves. Membro fundador da aliança global SkyTeam, a Delta participa da aliança transatlântica líder da indústria com a Air France-KLM e Alitalia. Incluindo seus parceiros mundiais, a Delta oferece aos seus clientes mais de 15.000 voos diários, com hubs em Amsterdã, Atlanta, Cincinnati, Detroit, Memphis, Minneapolis-St. Paul, New York-LaGuardia, New York-JFK, Paris-Charles de Gaulle, Salt Lake City e Tóquio-Narita. A Delta está investindo mais de US$ 3 bilhões em aeroportos e produtos, serviços e tecnologia para aprimorar a experiência de viagem de seus clientes no céu e em solo. Mais informações estão disponíveis no site delta.com, no Twitter @Delta, em Google.com/+Delta e em facebook.com/delta.

Related Topics:
Share