Skip to main content

Delta News Hub Logo

Além disso, a companhia aérea exige que esses animais tenham mais de quatro meses de idade

A Delta atualizou sua política de animais de serviço e apoio e, como parte dessa atualização que entra em vigor a partir de 18 de dezembro, a companhia aérea não permitirá animais de serviço e apoio com menos de quatro meses de idade, independente da duração do voo, além da proibição de animais de apoio emocional em voos com duração superior a oito horas.

“Continuamos revisando e aprimorando nossas políticas e procedimentos, pois saúde e segurança são valores fundamentais na Delta”, disse John Laughter, vice-presidente sênior de Segurança, Proteção e Conformidade Corporativa. “Essas atualizações confirmam o compromisso da Delta com a segurança e protegem os direitos dos clientes com necessidades documentadas, por ex., veteranos com deficiência, para que viajem com animais de serviços e apoio treinados.”

A política da Delta foi atualizada após um aumento de 84% no número de incidentes envolvendo animais de serviço e apoio em 2016 e 2017, incluindo situações em que os animais morderam ou fizeram necessidades fisiológicas, além de um ataque de cão de 31 kg que foi amplamente comentado. A exigência da idade mínima do animal de apoio e serviço está alinhada à política de vacinação do CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos) e o limite de oito horas de voo para animais de apoio emocional segue os princípios descritos na Lei de Acesso em Transporte Aéreo (Air Carrier Access Act) do Departamento de Transporte dos Estados Unidos.

Devido a essas atualizações, os clientes que comprarem passagens para voos no dia 18 de dezembro ou após essa data não poderão mais solicitar animais de apoio emocional em voos com mais de oito horas e não poderão mais solicitar animais de serviço e apoio com menos de quatro meses de idade, independente da duração do voo. Os passageiros com passagens compradas antes de 18 de dezembro, que já tiverem solicitado a viagem com animal de apoio emocional, poderão viajar no sistema antes da atualização.

Independente da data de reserva, os animais de suporte emocional não serão aceitos em voos com mais de oito horas a partir de 1º de fevereiro de 2019. Além disso, animais de serviço e apoio com menos de quatro meses de idade não serão aceitos em voos de qualquer duração a partir de 1º de fevereiro de 2019. Os clientes serão contatados pelas equipes de reserva e atendimento ao cliente da Delta para ajustar suas reservas se a atualização da política afetar seus planos de viagem.

A política completa e outras informações sobre os tipos de animais aceitos e questões relacionadas a viagens com animais de serviço e apoio estão disponíveis no delta.com.

Português (Portuguese)