A Delta inicia hoje seu serviço programado de transporte de passageiros com voos diários sem escalas dos Estados Unidos para Cuba. Os voos decolarão de Miami, Nova York-JFK e Atlanta para Havana, no retorno da companhia aérea para a capital cubana, pela primeira vez em 55 anos.

Delta Routes to Cuba Map

A companhia aérea é a única transportadora norte-americana atual a ter operado um serviço de passageiros no país até este ser suspenso em 1961 em virtude do clima político instável e desafios de rentabilidade. A Delta também foi a última companhia aérea dos Estados Unidos a deixar o mercado cubano, com a suspensão de seu voo entre Havana e Nova Orleans.

O voo 625 da Delta está programado para decolar do aeroporto internacional de Miami às 8:59 a.m. (horário local) e aterrissar no aeroporto internacional José Martí de Havana pouco após as 10 a.m., tornando-se o primeiro voo oficial da Delta programado regularmente desde que o serviço foi suspenso em dezembro de 1961.

Além disso, o voo 448 da Delta do aeroporto internacional de Nova York-JFK está programado para chegar em Cuba antes do meio-dia e espera-se que o voo 639 da Delta do aeroporto internacional Hartsfield-Jackson de Atlanta aterrisse pouco antes da 1:30 p.m.

"Hoje marca a retomada do serviço para um famoso destino de viagem que não possuía conexão direta com os Estados Unidos durante a maior parte de nossas vidas", disse Steve Sear, presidente internacional e vice-presidente executivo de vendas globais. "Agradecemos às autoridades e aos oficiais que nos permitiram retomar o serviço de passageiros e estamos orgulhosos da equipe da Delta, que trabalhou incansavelmente neste último ano para adicionar este ponto de volta aos nossos mapas de rotas após uma ausência de mais de meio século".

“É com satisfação que recebemos a rota direta da Delta Air Lines de Atlanta para a capital de Cuba, solidificando o aeroporto internacional Hartsfield-Jackson de Atlanta não somente como o mais movimentado do mundo, mas também como uma porta para o mundo”, disse Kasim Reed, prefeito de Atlanta. “Tive o privilégio único de conduzir uma missão comercial para Cuba no último ano, junto a diversos líderes governamentais e de negócios do estado da Geórgia, onde exploramos oportunidades para parcerias nos setores de gestão aeroportuária, logística, exportação de alimentos, tecnologia da informação e turismo. Atlanta está bem preparada para servir como uma importante parceira doméstica para Cuba e esta rota abrirá diversas oportunidades de negócios e turismo”.

A Delta está entre as oito companhias aéreas que receberam autorização do Departamento de Transportes dos Estados Unidos para servir Havana, e iniciou as vendas dos voos em setembro. No início de novembro, a Delta se tornou a primeira companhia aérea norte-americana a abrir um escritório no centro de Havana para oferecer apoio às vendas locais de passagens para cubanos viajando aos Estados Unidos. A Delta oferecerá aproximadamente 3 mil assentos semanalmente entre os dois países.

O serviço da Delta para Havana a partir de Miami e Nova York conecta as duas cidades com as maiores populações cubanas no país, enquanto que Atlanta representa o maior ponto de conexão de passageiros para Havana, oferecendo a mais de 150 cidades dos Estados Unidos acesso com apenas uma escala para Cuba de um dos maiores hubs do mundo.

Clientes da Delta podem contar com o desempenho operacional, serviço, produtos e conexões superiores em toda a rede global da companhia aérea. Todos os três mercados dos Estados Unidos oferecem Delta Sky Clubs com as melhores opções de refeições e bebidas e filas SkyPriority para agilizar o check-in e embarque. A bordo da aeronave, clientes receberão refrescos, entretenimento de bordo gratuito* e Wi-Fi*.

História da Delta em Cuba

A Delta herdou o serviço de transporte de passageiros para Havana, Cuba, de sua fusão com a Chicago and Southern Air Lines (C&S) no dia 1º de maio de 1953, oferecendo voos diretos de New Orleans. A Delta suspendeu seus voos em 1º de dezembro de 1961.

De 2002 a 2004, a Delta operou voos fretados entre Nova York-JFK e Havana. Em outubro de 2011, a Delta chegou a operar até 12 voos fretados para Havana por semana com serviços diários de Miami e semanais de Atlanta e Nova York-JFK. A companhia aérea operou aproximadamente 500 viagens antes de suspender o serviço em 29 de dezembro de 2012. Mais recentemente, em 2015, a Delta realizou três voos fretados pontuais, incluindo um que transportou a Orquestra de Minnesota de volta a Cuba, para sua primeira apresentação na ilha em mais de 85 anos. Veja mais sobre a história da Delta em Cuba no link.

*Disponibilidade é limitada quando viajando sobre a área continental dos Estados Unidos.

 

Related Topics:
Share