ATLANTA, 10 de dezembro de 2012 - A Delta Air Lines (NYSE: DAL) foi incluída no The Climate Registry mediante a verificação bem-sucedida de seus inventários de emissões de gases de efeito estufa entre os anos de 2005 e 2010, o que reforça seu compromisso de reduzir o volume de tais emissões. A Delta é a primeira empresa aérea a satisfazer as exigências do registro.

"Temos feito progressos significativos para reduzir nossas emissões de gases de efeito estufa e estamos satisfeitos por agora fazer parte de uma organização que verifica e valida nosso compromisso", disse Ken Hylander, vice-presidente da Delta para Segurança Corporativa e Compliance. "O aumento da transparência é uma parte importante dos esforços da Delta para a construção de um modelo de negócio que busca continuamente a sustentabilidade a longo prazo, e é por isso que nos apoiamos em padrões consistentes e transparentes para calcular, verificar e reportar publicamente as emissões de gases de efeito estufa."

A Delta continua a investir em iniciativas de economia de combustível, tais como a melhoria dos procedimentos operacionais, eliminando peso desnecessário, a instalação de winglets (dispositivos na asa que reducem o peso da aeronave) e a aposentadoria de aviões ineficientes, substituídos por outros que produzem menos emissões por passageiro.

A redução absoluta de emissões anuais de gases de efeito estufa da companhia alcançou 7,6 milhões de toneladas, desde 2005, uma redução de 17% em seis anos. A Delta também apoia ações de redução de emissões de gases da International Air Transport Association e da Airlines for America, entre elas a de melhorar a eficiência de combustível, em média, 1,5%, em 2020, estabilizar as emissões com crescimento neutro das emissões carbono a partir de 2020 e reduzir as emissões líquidas em 50% até 2050, em relação a 2005. A Delta tem alcançado a meta anual da eficiência de combustíveis desde 2009, quando ela foi estabelecida.

 "As organizações Climate-Registered entendem que existem benefícios ambientais e econômicos ao compreender e gerenciar a sua marca de carbono", disse David Rosenheim, Diretor Executivo da The Climate Registry. "A Delta tornou-se parte de uma comunidade poderosa de organizações que, com dados substantivos, podem orientar e apoiar suas atividades sustentáveis".

A The Climate Registry é uma organização sem fins lucrativos que opera o único registro das marcas de carbono na América do Norte e é apoiada por estados, províncias, territórios e tribos. Empresas registradas demonstram liderança na gestão ambiental através da identificação, gerenciamento e análise de riscos de emissão de gases de efeito estufa.

Para conseguir a admissão, as organizações devem passar por uma verificação rigorosa dos seus inventários de emissão de gases de efeito estufa, por um órgão de controle externo, de acordo com o Protocolo Geral da The Climate Registry. A SCS Global Services serviu como entidade de verificação externa para a Delta.

"Nós parabenizamos a Delta pelo seu comprometimento com esta crítica tarefa, ao se juntar a outros líderes empresariais, na busca de soluções para a questão do clima", disse Eileen Claussen, presidente Center for Climate and Energy Solutions. "Medição e verificação das emissões são os passos essenciais na gestão eficaz dos mesmos”, disse.

A Delta, no ano passado, juntou-se ao Center for Climate and Energy Solution’s (C2ES) do Business Environmental Leadership Council (BELC).

Para mais informações sobre o The Climate Registry, visite www.theclimateregistry.org. Para mais informações sobre serviços da SCS Global Services, visite www.scsglobalservices.com.

Para acessar o mais recente relatório de responsabilidade corporativa da Delta acesse: www.delta.com/responsibility.

A Delta Air Lines serve a mais de 160 milhões de passageiros por ano. No ano passado, a Delta foi nomeada pelos leitores da revista Travel Weekly como a “Companhia Aérea do Ano” de voos domésticos e considerada pela revista PC World como a “Companhia Aérea Líder no Uso de Tecnologias” e ainda ganhou como a melhor na Pesquisa Anual da Business Travel News, além de ter recebido 12 prêmios Edge Awards da Executive Travel Magazine. Líderes de uma rede mundial, a Delta e a Delta Connection oferecem serviços para 315 destinos em 59 países em seis continentes. Com escritório principal em Atlanta, a Delta emprega mais de 80.000 pessoas no mundo e opera uma frota com mais de 700 aeronaves. Membro fundador da aliança global SkyTeam, a Delta participa da aliança transatlântica líder da indústria com a Air France-KLM e Alitalia. Incluindo seus parceiros mundiais, a Delta oferece aos seus clientes mais de 13.000 voos diários, com hubs em Amsterdã, Atlanta, Cincinnati, Detroit, Memphis, Minneapolis-St.Paul, New York-JFK, Paris-Charles de Gaulle, Salt Lake City e Tóquio-Narita. O serviço da companhia aérea inclui o SkyMiles, maior programa de fidelidade de companhia aérea do mundo; o premiado serviço BusinessElite; e mais de 50 Delta Sky Clubs em aeroportos no mundo. A Delta está investindo mais de US$ 3 bilhões até 2013 em aeroportos e produtos, serviços e tecnologia para aprimorar a experiência do cliente no céu e na terra. Clientes podem checar informações sobre voos, passagem aérea, bagagens e revisar status de voo no site delta.com.

Related Topics:
Share