Em razão da expansão contínua do COVID-19, a Delta está suspendendo temporariamente o serviço entre o Aeroporto Internacional Atlanta Hartsfield-Jackson (ATL) e o Aeroporto Leonardo da Vinci-Fiumicino (FCO), em Roma, entre quarta-feira, 11 de março, e 30 de abril. Além disso, em resposta às restrições de viagens emitidas pelo governo, a Delta está suspendendo seu serviço de Nova York-JFK para Roma pelo mesmo período.

Além disso, o serviço sazonal de Detroit para Roma será adiado para 1º de maio. O voo estava originalmente programado para começar em 1º de abril.

A Delta também está ampliando sua suspensão do serviço do Aeroporto Internacional John F. Kennedy (JFK) para o Aeroporto Milan Malpensa (MXP) até 20 de maio. O serviço do JFK para o Aeroporto Marco Polo (VCE), em Veneza, foi adiado para 21 de maio.

Os clientes que viajam entre Roma e Estados Unidos continuarão a ter acesso por Nova York-JFK de 11 de março a 30 de abril. Nova York-JFK para Roma será o único voo da Delta para a Itália durante esse período.

Fazendo alterações no seu voo

Os clientes com planos de viagem afetados podem acessar a seção Minhas Viagens (My Trips) do delta.com para entender suas opções. Isso pode incluir a reserva em voos alternativos da Delta, a reserva em voos após 30 de abril, a reserva em companhias aéreas alternativas ou parceiras, reembolsos ou contato direto conosco para discutir opções adicionais. A Delta continua oferecendo isenção de taxa de alteração para clientes que desejam ajustar seus planos de viagem.

Para todas as alterações de voo devido ao COVID-19, visite: https://news.delta.com/changes-our-flying

 As informações mais recentes sobre a resposta da Delta ao COVID-19 estão disponíveis em: news.delta.com/coronavirus 

A companhia aérea continuará monitorando a situação de perto e poderá fazer ajustes adicionais à medida que a situação progredir.

 

Related Topics:
Share