Em resposta às restrições de viagens emitidas pelo governo devido ao COVID-19, a Delta está suspendendo seu serviço de Nova York-JFK para Roma entre 11 de março e 30 de abril e, para Tel-Aviv, no período de 14 de março a 24 de março.

A Delta já havia anunciado suspensões de serviços e adiamentos para a Itália, que podem ser encontrados aqui. A companhia aérea não operará voos para a Itália durante o período de vigência das medidas de emergência e restrições de viagem determinadas pelo governo. Na terça-feira, 10 de março, a Delta anunciou uma redução planejada de 15% da capacidade em todo o sistema para se alinhar à demanda esperada de viagens aéreas. Os detalhes dessas alterações no cronograma expandido serão compartilhados no final desta semana. Mais informações sobre o impacto financeiro do COVID-19 e o que a empresa está fazendo para mitigar esses desafios podem ser encontradas aqui.

As informações mais recentes sobre a resposta da Delta ao COVID-19 estão disponíveis em: news.delta.com/coronavirus. A Delta continuará monitorando a situação de perto e poderá fazer ajustes adicionais à medida em que a situação evoluir.

Fazendo alterações no seu voo
Os clientes com planos de viagem afetados podem acessar a seção Minhas Viagens (My Trips) do delta.com para entender suas opções. Isso pode incluir a reserva em voos alternativos da Delta, a reserva em voos após 30 de abril, a reserva em companhias aéreas alternativas ou parceiras, reembolsos ou contato direto conosco para discutir opções adicionais. A Delta continua oferecendo isenção de taxa de alteração de voo para clientes que desejam ajustar seus planos de viagem.

 

Related Topics:
Share