A Delta continua trabalhando arduamente na nossa missão de facilitar a reserva, alteração ou cancelamento de seus planos de viagem, bem como para oferecer voos confortáveis, proporcionando mais espaço para viagens mais seguras.

Medidas válidas desde 30 de julho:

  • Estamos estendendo nossa isenção da taxa de alteração, válida para novos voos adquiridos até 31 de agosto.
  • Estamos oferecendo a possibilidade de remarcar bilhetes por até dois anos, opção permitida a clientes que compraram voos antes de 17 de abril de 2020 e que aguardam viagens até o final do ano.
  • Estamos implementando bloqueios automáticos de assentos até pelo menos 30 de setembro, que cancelarão prontamente poltronas adjacentes às selecionadas por um cliente quando a reserva for concluída, além de permitir que grupos de três ou mais pessoas solicitem lugares juntos, incluindo as poltronas do meio.

“Ao reservar suas viagens, os clientes nos dizem que valorizam mais espaço e maior flexibilidade durante um período de distanciamento físico e de grande incerteza”, disse Dwight James, vice-presidente sênior de Gerenciamento de Preços e Receitas. “Queremos que nossos passageiros reservem e viajem com tranquilidade, sabendo que sua saúde e segurança continuam sendo a prioridade máxima da Delta e que continuaremos avaliando nossas políticas para manter o alto padrão de atendimento que eles esperam”.

A Delta não cobrará taxa de alteração para novos voos adquiridos até 31 de agosto

Os viajantes podem continuar reservando com confiança caso seus planos mudem, uma vez que a empresa está estendendo nossa isenção de taxa de alteração para todos os novos voos comprados até 31 de agosto. Os clientes terão a opção de remarcar seu voo sem incorrer nesse encargo pelo prazo de um ano a partir da data da compra.

Veja os detalhes em delta.com.

Ampliação da capacidade de remarcar viagens por dois anos para reservas pré-pandemia

Sabemos que a escala da pandemia de COVID-19 foi inesperada e queremos garantir que os clientes que reservaram com antecedência e têm voos marcados após 30 de setembro tenham maior flexibilidade se seus planos mudarem. É por isso que não cobraremos taxas de alteração e estendemos a capacidade de planejar, remarcar e viajar conosco até 30 de setembro de 2022 para clientes que compraram uma passagem antes de 17 de abril e estão com embarque marcado até 31 de dezembro de 2020.

Isso significa que os passageiros que reservaram viagens muito antecipadamente para o quarto trimestre de 2020 têm garantias adicionais de que o valor de sua passagem está garantido e resgatável por até dois anos.

Quando você estiver pronto para remarcar seu voo, a Delta não cobrará a taxa de alteração. A diferença de tarifa será aplicada, de modo que os clientes podem escolher entre receber um crédito ou pagar a diferença no novo voo.

Confira os detalhes em delta.com.

Bloqueio automático de assentos adjacentes até 30 de setembro

Continuamos a garantir que os clientes tenham mais espaço para viagens mais seguras. A Delta agora bloqueará automaticamente as poltronas adjacentes às selecionadas por um cliente assim que a reserva for concluída. O bloqueio ficará visível no mapa de assentos assim que o comprador revisitar seu pedido na seção “Minhas Viagens” do site delta.com ou no aplicativo Fly Delta.

E, enquanto os assentos do meio continuarão visivelmente bloqueados, novas tecnologias garantirão que os clientes em grupos de três ou mais pessoas tenham a opção de reservar lugares, incluindo poltronas intermediárias, juntos. Essa funcionalidade, que será implementada em todas as cabines, exceto na Delta One, nos permite manter nosso compromisso de oferecer aos viajantes mais espaço a bordo e flexibilidade em suas opções de assento.

Também entra em vigor em 30 de julho um ajuste que fizemos em nosso Contrato de Transporte, que atualizamos conforme nossa programação de voos continua a flutuar em resposta à evolução da demanda dos clientes e das restrições de viagem. Os clientes que comprarem passagens domésticas nos Estados Unidos, emitidas em ou após 30 de julho de 2020, poderão receber reembolso mediante solicitação se o voo for cancelado ou estiver atrasado 120 minutos ou mais (inclusive em razão de alterações de horário), que é um aumento de 30 minutos em relação à política anterior.

Related Topics:
Share