A Forbes considerou a Delta como um dos melhores locais de trabalho para a diversidade em 2020, numa seleta lista que reúne os 100 principais empregadores dos Estados Unidos nesse quesito – e a companhia foi uma das três aéreas incluídas. A revista compõe a lista com base em pesquisa realizada pela Statista, uma empresa independente de pesquisa de mercado.

"Como uma companhia aérea global que conecta o mundo, a busca pela diversidade e a promoção de uma cultura de inclusão são parte de nossos valores fundamentais e estão em nossa lista anual de metas corporativas", diz Keyra Lynn Johnson, Diretora Geral da Diretoria de Diversidade e Inclusão. "Portanto, estamos encantados e honrados em receber esse retorno de fora da empresa de que estamos no caminho certo, embora reconheçamos que o trabalho nunca pode parar".

O compromisso da Delta com a diversidade e a inclusão assume muitas formas. Recentemente, na CES – o maior evento de tecnologia do mundo –, a Delta anunciou parcerias com a Society of Women Engineers e a Girls Who Code como parte dos esforços da companhia na busca de diversidade e equidade e aumento da representatividade feminina nos campos profissionais STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática, na sigla em português). As parcerias fazem parte da estratégia da empresa de promover a diversidade de gênero, removendo barreiras, criando canais de contratação e apoiando programas comunitários.

A Delta reconhece que refletir e respeitar o mundo são essenciais para sua missão de conectar pessoas. A companhia se concentra em iniciativas estratégicas por meio de programas comunitários, um robusto programa de diversidade criado há 20 anos e voltado a fornecedores e ações internas e externas que visam eliminar barreiras econômicas, raciais e de gênero.

O compromisso da Delta com a equidade é demonstrado com o objetivo de alcançar 100% de paridade salarial e acompanhar o progresso em direção às metas de longo prazo de aumentar a diversidade de gênero e raça. O Conselho de Diversidade e Inclusão da Delta garante que essas metas sejam incorporadas em toda a organização, avaliando métricas, programas e propostas corporativas e por divisões da empresa.

Este é o terceiro ano em que a lista da Forbes foi publicada. A Statista conduziu uma pesquisa independente com uma amostragem representativa de 60.000 funcionários que trabalham em empresas que empregam pelo menos 1.000 pessoas nos Estados Unidos. Os entrevistados responderam perguntas sobre idade, igualdade de gênero, etnia, deficiência, LGBTQ+ e diversidade geral em relação ao empregador.

A honraria concedida pela Forbes se segue à da revista Fortune, que em dezembro nomeou a Delta como o melhor local de trabalho para a diversidade (58ª colocação), o quarto ano consecutivo em que a companhia integra essa lista. A Delta também foi reconhecida como "Melhor local de trabalho para mulheres" pela Great Place To Work® e pela Fortune por três anos consecutivos, além de "Melhores locais de trabalho para veteranos" pela Indeed e como "Melhor lugar para trabalhar para inclusão de pessoas com deficiência”.