Skip to main content

Delta News Hub Logo

Hamburgo, Alemanha – A Delta está esperando há anos a entrega do seu primeiro A321. Quando anunciou seu plano de adquirir 30 das aeronaves de fuselagem estreita em 2013 – número que aumentou depois para 45 – isto desencadeou um intenso esforço por toda a companhia aérea. A321 man looking at plane

Os cronogramas de entrega e preços foram negociados, a cabine interior projetada, motores selecionados, pilotos treinados. Equipes de comissários de bordo, técnicos de manutenção e operadores de solo foram definidas. E a lista de coisas para fazer continuou.

Mas antes de qualquer cliente da Delta pisar na mais nova aeronave da companhia aérea, ela deveria passar no teste de Shea.

Conheça Brian Shea, um humilde maratonista de 1.85 cm de altura, funcionário da Delta há 21 anos e muito atento a todos os detalhes, especialmente no que diz respeito à entrega da aeronave da Delta – ele é a pessoa que você quer que verifique que se o painel está fechado, os assentos testados e os sistemas verificados.

A321 man looking at plane “São ativos de milhões de dólares que transportarão milhões de clientes sobre milhões de quilômetros ao decorrer de seus estimados trinta anos com a Delta”, disse Shea, gerente geral – Gerenciamento de Frota, conforme testava a reclinação da poltrona 17C. “Não aceitaremos nada menos que perfeito”. Passou para a fileira de trás, puxando cada uma das mesas localizadas atrás dos assentos, testando os apoios de cabeças, abrindo e fechando as janelas e os compartimentos superiores e assegurando que o sistema de entretenimento de bordo estava funcionando como deveria.

Mas o Shea não está sozinho, ele está acompanhado por outros nove experts em suas respectivas áreas. Juntos, eles têm mais de 250 anos de experiência na Delta.

Vestidos com coletes laranjas e equipados com uma fita com o mesmo tom vibrante, a equipe andou por todo centímetro da cabine, marcando pequenos erros de produção – uma janela aberta emperrada e um assento com reclinação rígida, por exemplo. A321 interier

Do lado de fora, Dan Treffert, técnico de manutenção, Rick Angell, especialista em garantia de qualidade e Doug Selby, responsável técnico há 40 anos em Minneapolis, são levantados no ar em guindastes, onde eles examinam cada superfície móvel e aerodinâmica, inspecionam centenas de rebites, parafusos e outras peças de conexão de ponta a ponta da aeronave. De volta ao solo, eles sobem até o trem de pouso e à central do sistema eletrônico da aeronave.

Selby, um homenageado pelo Chairman’s Club – a mais alta distinção da Delta, já participou de entregas de aeronaves anteriormente. Ele ajudou a inspecionar e entregar a primeira aeronave de fuselagem estreita Airbus que chegou à Northwest Airlines no final dos anos de 1980 e tem feito isso desde então.

Para ele, assegurar-se de que esta aeronave está em perfeitas condições é um prazer. “Trabalhei com uma equipe dos técnicos mais talentosos da área para a manutenção de nossas aeronaves e é empolgante conhecer este avião que transportará nossos clientes anos após eu me aposentar”.

(Apesar que a aposentadoria pode estar longe ainda: “Vou parar de trabalhar quando eu não gostar mais do que eu faço; mas após 40 anos, eu ainda amo”, disse ele.)

Enquanto os lavatórios, cozinhas e assentos são inspecionados na cabine, os capitães da frota do Airbus A321 da Delta, Dave Vorgias e Pat Haake, estavam ocupados na cabine de pilotagem verificando cada sistema da aeronave. Testando coisas simples como a luz de sinalização do cinto de segurança, até mais complicados como o teste do sistema hidráulico e de voo, eles saíram da cabine de pilotagem confiantes para voar a aeronave em seu primeiro voo teste com passageiros.

Ao final de doze horas de trabalho, a equipe não encontrou nenhum problema sério com a aeronave e os técnicos da Airbus foram trabalhar para resolver os elementos do interior e exterior que foram marcados com a fita laranja.

“É uma excelente aeronave”, disse Shea. “Estamos empolgados para colocá-la em serviço”.

Na próxima história: A equipe de distribuição irá embarcar a aeronave de quase 45 metros e duplo motor com pilotos da Delta nos controles. Após o rigoroso teste do Shea estar praticamente completo, é hora de colocar o A321 para o teste do capitão – dois aviadores treinados por militares, cuja experiência com voos teste colocará a aeronave no ritmo certo.

Português (Portuguese)

Related Topics

Related topics