O CEO da Delta, Ed Bastian, comandou uma conversa com o CEO e presidente do Conselho da Merck, Ken Frazier, durante a sessão LEAD, realizada anualmente pela Delta, proporcionando aos líderes de todos os setores da companhia uma oportunidade de aprender como a liderança em escala é igual à cultura propagada pelos dois experientes CEOs, baseada em valores.

A pandemia de COVID-19 em curso resultou em um ano desafiador como nenhum outro. Durante o bate-papo, Frazier compartilhou sua abordagem de liderança nestes tempos difíceis: ele percebeu a importância de conter a desinformação, oferecendo esperança e mostrando bondade.

“Nosso pessoal está passando por momentos extremamente difíceis. Acho que é muitíssimo importante para os líderes mostrarem, por meio de seus gestos e palavras, que eles realmente se preocupam com as pessoas”, disse Frazier. “A bondade é muito relevante em uma época em que todos estão tão isolados. O vírus em si é um problema de saúde, mas o impacto emocional e mental que isso tem sobre as pessoas, incluindo nossos próprios funcionários, é algo que acredito que não devemos esquecer”.

A vulnerabilidade da pandemia também expôs a desigualdade social que existe há centenas de anos. Após a morte de George Floyd, que escancarou a injustiça global contra a comunidade afrodescendente, os líderes de todos os setores se perguntaram sobre o que mais seus negócios poderiam fazer para trazer mudanças realmente significativas. Em resposta, Frazier assinou como copresidente da OneTen, uma coalizão comprometida em garantir que os afro-americanos com habilidades e aptidões para obter sucesso também tenham a oportunidade de alcançá-lo.

Composto por CEOs e organizações líderes, a OneTen combinará o poder das empresas dos Estados Unidos, incluindo a Delta e a Merck, para desenvolver, contratar e promover 1 milhão de afro-americanos do país nos próximos 10 anos em empregos que garantam o sustento familiar e ofereçam oportunidades de avanço.

“O setor privado é o que reinventa a nação continuamente. Ele tem o talento, os recursos e a infraestrutura para realmente fazer mudanças sociais massivas”, afirmou Frazier. “Para os afro-americanos, um dos grandes desafios é o acesso a empregos bem remunerados, o que se torna um problema intergeracional na comunidade. Queríamos nos desafiar a olhar para a maneira como empregamos as pessoas e verificar se existem ou não certas barreiras estruturais para essa população”.

Leia mais: Memorando de Ed Bastian: Agindo pela justiça racial e pela diversidade

Bastian e Frazier debateram como os esforços adicionais para solucionar a questão da igualdade* para um determinado grupo acabam por beneficiar todas as pessoas.

“Muitas vezes me perguntam por que o OneTen se concentra principalmente em afrodescendentes, e digo, em primeiro lugar, que estamos apenas começando por aí. Pretendemos ir além porque, na minha perspectiva, este país pode criar oportunidades iguais para todas as pessoas. Eu também acredito que, quando você derruba barreiras que afetam desproporcionalmente um grupo de pessoas, você realmente abre as opções para todos ”, explicou o executivo da Merck.

Ele continuou: “Aqui está uma analogia que eu uso: Nova York, muitos anos atrás, decidiu que precisava fazer rampas em todos os cruzamentos para que as pessoas em cadeiras de rodas pudessem atravessar a rua. Mas, se você andar pela cidade, verá gente carregando sacolas atrás delas ou empurrando carrinhos; essas pessoas também usam os cruzamentos. Ao remover uma barreira estrutural para os portadores de deficiência, nós realmente criamos um acesso melhor para todos”.

Ao passo em que a distribuição de vacinas continua nos Estados Unidos, Bastian segue confiante de que o setor aéreo continuará a se recuperar à medida em que esses medicamentos se tornarem mais amplamente disponíveis. Durante a conversa, Frazier contou suas ideias sobre o desenvolvimento e implantação da vacina, demonstrando otimismo diante dessas circunstâncias sem precedentes.

“Estou bastante convencido de que, até o final deste ano, estaremos de volta à normalidade”, disse Frazier. “Acho que as pessoas se sentirão confortáveis ​​para embarcar em aviões, usar o transporte público, ficar em hotéis e visitar seus entes queridos. Eu, pelo menos, estou ansioso para entrar em uma aeronave da Delta”.

Em razão da enorme resposta aos pacotes aprimorados de aposentadoria e desligamento antecipados que foram oferecidos em 2020, o que resultou em 20 por cento dos funcionários optando pela saída voluntária, a Delta conseguiu evitar licenças involuntárias para comissários de bordo e funcionários da linha de frente que trabalham em solo nos Estados Unidos. Com isso, a companhia fez com que muitos líderes assumissem novas funções. Assim, antes de responder às perguntas dos líderes da Delta, Frazier dividiu alguns conselhos poderosos.

“O mais importante é entender o motivo de você querer ser um líder e ter essa autoconsciência. Muito disso se resume à compreensão do propósito maior da empresa na qual você lidera, porque é esse sentido que inspira as pessoas que você comanda a ir trabalhar todos os dias e dar o seu melhor”, disse o CEO da Merck. “Aqueles de nós que são gestores começam a cometer um erro quando pensam que é sobre poder e prestígio. Então, eu acredito que o mais importante é ter, como eu chamo, uma mentalidade servil”.

Assista à conversa inteira clicando na imagem no início deste texto ou por este link aqui

*A Delta define “igualdade” como uma abordagem que considera barreiras singulares e fornece aos funcionários recursos adequados às necessidades e circunstâncias individuais.

Related Topics