O próximo CEO da Delta, Ed Bastian, informou a analistas e investidores da Wall Street na última terça-feira o desempenho da Delta e destacou o bom ritmo da companhia aérea para o restante do ano de 2016.

 “A Delta teve um ano extraordinário em 2015”, disse Bastian durante uma apresentação na conferência J.P. Morgan Aviation, Transportation and Industrials em Nova York. “Os funcionários da Delta trabalharam de forma espetacular para alcançar este desempenho”.

Bastian prevê um sólido ano em 2016, com a combinação de baixos preços de combustível, um modesto crescimento na capacidade e ajuda de iniciativas de receitas e custos. A companhia aérea, disse ele, está se beneficiando de uma reestruturação em seu modelo de negócios que fez com que a Delta produzisse lucro e fluxo de caixa de forma consistente entre as oscilações do ciclo econômico.

“Foi uma jornada de dez anos para levar a Delta aonde ela está agora”, disse ele. A companhia aérea “terá longevidade e sustentabilidade para o futuro”.

É esperado que no primeiro trimestre seja apresentado outro lucro recorde, disse, com uma margem operacional de 18% a 20% - um aumento de mais de 10% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Para o ano, é esperado que a capacidade da Delta cresça até 2%, com crescimento focado em mercados com forte demanda, incluindo os Estados Unidos, Reino Unido, México e Caribe, para compensar as reduções em mercados mais fracos como o Brasil, Japão e o Oriente Médio, disse ele.

“Manteremos um ótimo ritmo até o fim do ano”, disse ele.

Uma reprise do webcast do evento e da apresentação completa do Bastian está disponível no site de Relações com os Investidores da Delta.

 

Related Topics:
Share