Pela terceira vez em quatro anos, a Delta é uma das empresas mais inovadoras do mundo segundo a (revista de tecnologia*) Fast Company. Desta vez, o reconhecimento se deu em virtude do sucesso da companhia aérea em inovar na “resolução criativa de problemas e no destemor” em face da pandemia da COVID-19 e por “encontrar razões para ser otimista em um ano sem precedentes para o turismo e a hospitalidade”.

“Em um ano extraordinário para as companhias aéreas comerciais, a Delta se destacou por assumir um papel de liderança ao colocar o cliente em primeiro lugar durante a pandemia”, disse a Fast Company em sua análise online da empresa. “Juntando a transformação do padrão de limpeza do setor, medidas como a criação de uma equipe de Limpeza Global, um processo de limpeza com 44 pontos e um programa de testagem quanto à COVID-19 para todos os funcionários, ela foi uma das primeiras empresas a parar de vender os assentos do meio e a única companhia a continuar fazendo isso durante a temporada de férias de 2020. E, como muitos desses protocolos vieram para ficar, a Delta ganhou o respeito de seus passageiros frequentes, bem como dos críticos”.

Em resposta a esse reconhecimento, o diretor executivo de Experiência do Cliente da Delta, Bill Lentsch, disse: “O ano passado foi indiscutivelmente um dos mais inovadores da nossa história, porque tivemos de ser criativos de maneiras que não prevíamos. Por tudo isso, o espírito de inovação da Delta só continuou a crescer e acelerar. Esse reconhecimento é uma conquista significativa para o nosso pessoal, que aproveitou a adaptabilidade e agilidade em meio às circunstâncias exigentes para manter os clientes e funcionários saudáveis ​​e seguros, ao mesmo tempo em que proporcionam experiências atenciosas durante a viagem”.

Única companhia aérea incluída entre as organizações que lideram a inovação, a Delta conquistou o terceiro lugar entre as empresas de viagens após um ano que começou com um discurso histórico na CES, que delineava seus planos para transformar o futuro das viagens. Poucas semanas depois, a Delta estava enfrentando seu maior teste, com a COVID-19 rapidamente se espalhando pelo mundo e as viagens globais sendo paralisadas.

Transformar o futuro das viagens prontamente exigiu lidar com as necessidades urgentes e em constante mudança dos clientes. A Delta agiu rapidamente para liderar o setor garantindo limpeza, proporcionando mais espaço e oferecendo um serviço mais seguro em todos os pontos da viagem. Por meio do programa Delta CareStandard, a companhia adotou mais de 100 medidas de proteção para proporcionar uma experiência de viagem segura. Isso incluiu a obtenção e implantação do processo de aspersão eletrostática já em fevereiro de 2020 para desinfectar completamente seus voos com um desinfetante de alta qualidade, procedimento que a empresa aérea continua seguindo como parte de uma extensa lista de verificação para confirmar se a cabine está completamente limpa.

A Delta também foi uma das primeiras a bloquear os assentos do meio a bordo de suas aeronaves e continuou a estender essa política por mais tempo do que qualquer outra companhia dos Estados Unidos. A empresa implementou até mesmo uma tecnologia dinâmica para liberar automaticamente as poltronas intermediárias para grupos de três ou mais pessoas viajando juntas, permitindo que os clientes nessa situação continuem sentados lado a lado enquanto bloqueia os outros assentos. As poltronas consideradas indisponíveis são visíveis em todos os voos por meio dos mapas de assentos mostrados no momento da reserva ou no aplicativo Fly Delta.

A companhia também firmou parcerias voltadas para o futuro com os principais especialistas em saúde da Mayo Clinic, Universidade Emory e RB (os fabricantes do Lysol), que orientaram sobre as melhores medidas de desinfecção e monitoramento de saúde a serem seguidas pela empresa.

A Delta continuou a agir para tranquilizar os clientes à medida em que eles retornam às viagens, incluindo:

  • Criação de um time dedicado de embaixadores de limpeza nos aeroportos, que foram equipados com dispositivos de teste ATP, as mesmas ferramentas usadas para avaliar a higiene das superfícies em hospitais, o que permite verificar os pontos de maior contato no aeroporto e a bordo. Isso garante ainda mais que nossos esforços de limpeza são consistentes e atendem aos mais altos padrões possíveis.
  • Criação de um mapa de viagem interativo para ajudar os clientes a entender para onde a Delta voa e as exigências ou restrições de viagem mais recentes em seu destino.
  • Fornecimento de recursos de teste de COVID-19 aos passageiros, incluindo facilitar a compreensão dos requisitos e o acesso às opções apropriadas antes da viagem, seja por meio da compra de um teste para ser feito em casa ou compartilhando um local próximo para a realização de testes pessoalmente.
  • Simplificação dos procedimentos de viagem com o desenvolvimento de um conjunto de ferramentas digitais para gerenciar reservas, agendamento de testes e verificação automática de documentos, tudo em um só lugar: no site delta.com e no aplicativo Fly Delta.

“Colocamos nossos clientes no centro de tudo o que fazemos, seja por conta da parceria com especialistas em saúde renomados, elevando o padrão para viagens mais seguras ou oferecendo flexibilidade adicional para alterar os voos com facilidade”, disse Lentsch. “O que nossos passageiros mais valorizam é ​​a capacidade da Delta de ouvi-los e cumprir nossas promessas com cada interação e decisão, todos os dias”.

Conforme 2021 se desenrola, a Delta continua focada em se manter na vanguarda da inovação, incluindo a contratação do médico Henry Ting como o primeiro diretor executivo de Saúde da empresa, ampliando seus compromissos de sustentabilidade e anunciando os planos de trazer Wi-Fi de alta velocidade a bordo este ano.

A Delta já havia sido listada entre as Empresas Mais Inovadoras pela Fast Company em 2018 e 2019. No início deste ano, a empresa foi considerada a Companhia Aérea Mais Admirada do Mundo na lista elaborada pela revista Fortune, que a classificou como a nº 1 pela 10ª vez nos últimos 11 anos.

Saiba mais sobre o que faz da Delta a companhia aérea mais premiada do mundo.

*Nota do editor.

Share