• Cada novo projeto está alinhado com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas, e deve amortizar, de forma verificável, os impactos da emissão de gases causadores de efeito estufa.
  • Os clientes podem acessar a calculadora de carbono atualizada e compensar o impacto de seus voos através do website Delta.com e do aplicativo Fly Delta.
  • Com todas as viagens aéreas pelo mundo respondendo por 2% das emissões de gases do efeito estufa do planeta, as compensações de carbono reduzem o CO2 na atmosfera e enfatizam o trabalho líder da Delta em diminuir o impacto de voar no meio ambiente.

Clientes podem optar por compensar suas viagens usando a nova calculadora de emissões de carbono da Delta, utilizando um dos projetos que usam soluções climáticas naturais e fazem uma diferença mensurável na atmosfera. Esses projetos restauram ecossistemas e combatem o desmatamento, além de apoiar as comunidades locais, oferecendo oportunidades de emprego e crescimento econômico.

Quer seja em uma viagem de negócios ou de lazer, os clientes agora têm mais - e mais fáceis - maneiras de cooperar com a Delta em seu trabalho de voar de maneira mais sustentável. A partir deste mês, os clientes da Delta poderão usar a nova calculadora de carbono da companhia aérea global para escolher entre quatro novas opções de projeto de compensação de carbono - cada um com impactos de redução de emissões verificados, alinhados às metas de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas.

A Delta foi pioneira no setor de aviação dos EUA ao lançar o primeiro programa de compensação de carbono em 2007, além de comprar mais de 12 milhões de compensações desde 2012 para alcançar um crescimento neutro em carbono à frente do CORSIA (Esquema de compensação e redução de carbono para a aviação internacional), o programa que limitará as emissões internacionais aos níveis de 2019/2020. Agora, a companhia aérea mais confiável do mundo está reforçando seu compromisso com uma ferramenta atualizada que também estará disponível pela primeira vez na guia "Mais" no aplicativo Fly Delta.

"Somos uma companhia aérea global cujo negócio é conectar pessoas entre si e com o mundo. O ponto crítico dessa missão é cuidar do meio ambiente”, diz Alison Lathrop, Diretora Administrativa da Delta - Meio ambiente global, sustentabilidade e conformidade. "Por meio de uma pesquisa completa e de um cuidadoso processo de seleção, escolhemos projetos eficazes com os quais nossos clientes podem se sentir confortáveis e confiantes ao compensar as emissões de carbono resultantes de suas viagens".

Como compensar viagens para viajantes individuais, grandes grupos ou empresas

A calculadora oferece uma opção para inserir dados de voo único, além de fazer upload de diversos voos ao mesmo tempo para eventos e também viagens de grupos maiores. Os clientes podem digitar aeroportos de origem e destino ou fazer upload de uma planilha de viagem. Clique em "Calcular emissões de CO2" e, depois disso, "Compensar agora". Você poderá ler sobre os quatro projetos disponíveis para apoiar.

Por exemplo, a calculadora mostra que um voo de ida e volta de Atlanta a Los Angeles percorre 6.247 quilômetros com um impacto, para uma viajante, de 0.508 toneladas métricas de CO2. A compensação do impacto dessa ida e volta varia de 3,30 a 5,08 dólares, dependendo do projeto escolhido.

Como as compensações ajudam o meio ambiente? O combustível utilizado na aviação é responsável por 2% das emissões globais de gases responsáveis pelo efeito estufa. As compensações de carbono reduzem o CO2 na atmosfera, ajudando a mitigar o impacto dos gases que promovem o efeito estufa. Cada compensação tem uma redução de emissões verificada de acordo com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas.

Estes são os parceiros de compensação da Delta que atenuam de forma mensurável o impacto dos gases de efeito estufa:

  • PROJETO SOUTHERN CARDAMOM REDD +

Esta iniciativa protegerá uma parte crítica da Floresta Tropical das Montanhas Cardamomo, no Camboja, um dos locais de conservação mais importantes do planeta. O Projeto apoiará 21 aldeias em um esforço para nutrir a biodiversidade e criar meios de subsistência alternativos.

  • PROJETO KASIGAU CORRIDOR REDD+

Parte de uma iniciativa que protege as florestas do Quênia desde 2006, esse megaprojeto trata de conflitos entre humanos e animais selvagens em larga escala - estima-se que reduza a emissão de mais de um milhão de toneladas de CO2 por ano.

  • PROJETO GUATEMALAN CONSERVATION COAST

Localizado na costa caribenha da Guatemala, este projeto protege o Corredor Biológico Mesoamericano. Esses diversos ecossistemas - uma importante fonte de renda para as famílias locais - sofreram anos de desmatamento de fazendas de gado.

  • PROGRAMA TIST

Mais de 90.000 agricultores plantaram, monitoraram e mantiveram vivas mais de 19 milhões de árvores no Quênia e NA Uganda - árvores que já estão reduzindo a erosão, enriquecendo o solo e fornecendo meios de subsistência sustentáveis para os agricultores do TIST, bem como para suas famílias e comunidades.

Desde 2005, a Delta reduziu seu consumo de combustível de aviação, levando a uma redução de 11% nas emissões, à medida em que a Delta trabalha em direção à sua meta de longo prazo de reduzir as emissões em 50% até 2050. A Delta também está investindo em aeronaves novas e mais eficientes em termos de combustível.

Mais recentemente, a Delta investiu 2 milhões de dólares em um estudo de viabilidade de uma instalação de produção de combustível de aviação sustentável (SAF) e realizou, neste verão, seu primeiro dos 20 voos neutros em emissão de carbono usando a tecnologia SAF. A Delta é a única companhia aérea americana a limitar voluntariamente suas emissões de carbono nos níveis de 2012 comprando mais de 12 milhões de compensações verificadas e removeu uma variedade de itens de plástico de uso único a bordo, dos kits de amenidades e dos Delta Sky Clubs.

 

Share