Skip to main content

Delta News Hub Logo

Voo conecta capitais financeiras dos Estados Unidos e da Índia, ligando Nova York-JFK a Mumbai com o único serviço direto fornecido por uma companhia aérea americana
  • Serviço foi viabilizado por acordos de 2018 entre os Estados Unidos e os governos dos Emirados Árabes e Qatar sobre os subsídios governamentais para companhias aéreas estatais que violam o acordo Open Skies
  • A Delta usará nesse voo um Boeing 777-200LR totalmente reformado, equipado com produtos premiados da companhia aérea, entretenimento no encosto dos assentos, conexão wi-fi Gogo Ku e serviço de mensagens móveis gratuitas

A Delta lançará o voo entre o Aeroporto Internacional John F. Kennedy em Nova York e Mumbai, que estará disponível a partir de 22 de dezembro. Essa rota estabelece uma conexão entre as capitais financeiras de dois grandes parceiros comerciais e aumenta a concorrência e as opções para os clientes que viajam entre os Estados Unidos e a Índia.

“O serviço direto entre Nova York e Mumbai oferecido pela Delta é o exemplo mais recente do nosso crescimento internacional, pois nos esforçamos para conectar o mundo de uma maneira melhor do que qualquer outra companhia aérea”, disse Ed Bastian, diretor executivo da empresa. “Esta rota não seria possível sem os esforços contínuos da administração para impor uma concorrência justa nas viagens internacionais, garantindo que os consumidores aproveitem uma ampla variedade de opções enquanto viajam pelo mundo."

Conectividade ainda melhor entre os Estados Unidos e a Índia beneficia comunidades dos dois países

MumbaiO voo JFK-Mumbai será operado a partir do principal gateway internacional da Delta em Nova York-JFK e oferecerá conexões convenientes de mais de 50 comunidades nos Estados Unidos, Canadá e América Latina. A demanda por voos entre os Estados Unidos e a Índia aumentou significativamente na última década, e Nova York é o maior mercado dos Estados Unidos para a Índia, com a maior base de clientes corporativos.

A companhia aérea ofereceu o primeiro serviço entre os dois países em 2006, mas foi forçada a suspender o serviço em 2009, pois as companhias aéreas do Oriente Médio subsidiadas ilegalmente tornaram a rota insustentável.

“Os subsídios representam uma séria ameaça para os trabalhadores americanos”, disse Peter Carter, vice-presidente executivo e diretor jurídico da Delta. “Toda rota de longa distância perdida para a concorrência de companhias aéreas subsidiadas do Oriente Médio coloca em risco mais que 1.500 empregos da população dos Estados Unidos; por isso, temos o prazer de trazer essa rota de volta graças a acordos históricos que o governo Trump realizou com o Catar e os Emirados Árabes.”

Nova rota aumenta opções internacionais da principal companhia aérea de Nova York

A Delta aumentou sua presença na cidade de Nova York em mais de 65% nos últimos 10 anos e hoje opera mais de 500 embarques em dias de pico em seus hubs no Aeroporto de LaGuardia e Aeroporto Internacional John F. Kennedy, incluindo mais de 200 embarques por dia em JFK, onde a companhia e suas parceiras oferecem voos para 43 destinos internacionais em 32 países.

A Delta anunciou recentemente planos para adicionar em 2020 novos serviços no Aeroporto de Gatwick de Londres, além da parceira de joint venture Virgin Atlantic. A Delta também anunciou um segundo voo diário entre JFK e Tel Aviv e entre JFK e Paris já no próximo verão, além do terceiro voo entre JFK e Amsterdã, que começará em outubro de 2019.

Nos últimos anos, a Delta adicionou voos diretos do JFK para novos destinos, incluindo Açores (Portugal), Lagos (Nigéria) e San Jose (Califórnia). Além disso, a companhia aérea apresentou seu gateway internacional de última geração de US$1,2 bilhão no Terminal 4 do JFK em 2013.

A Delta fez investimentos significativos para garantir mais consistência, conforto e conveniência na experiência de viagem em todas as cabines dos seus voos que atendem Nova York. A Delta adicionou milhares de voos em novas aeronaves no mercado e oferece mais entretenimento nos encostos dos assentos do que qualquer outra companhia aérea.

A Delta usará a aeronave Boeing 777-200LR totalmente reformada na rota para a Índia

Esta aeronave oferece aos clientes as opções premiadas da Delta: suíte Delta One, Delta Premium Select, Delta Comfort+ e Main Cabin. Além do serviço líder do setor e da confiabilidade operacional, aspectos que tornaram a Delta conhecida, todos os clientes que viajam na aeronave Boeing 777-200LR usufruem dos seguintes recursos:

  • Telas de entretenimento no encosto do assento, com o Delta Studio e milhares de horas de conteúdo gratuito em todas as cabines
  • Conexão wi-fi Gogo Ku e acesso a mensagens móveis gratuitas durante o voo pelos aplicativos iMessage, WhatsApp e Facebook Messenger
  • Iluminação ambiente de LED de espectro total

Para ver fotos do Boeing 777 clique aqui.

 

O voo será operado durante o ano inteiro, nos horários abaixo:

Aeroporto Internacional John F. Kennedy (JFK) - Aeroporto Internacional Chhatrapati Shivaji Maharaj (BOM)

Partida Chegada
JFK às 21h15  BOM às 22h50 do dia seguinte
BOM às 00h50 JFK às 6h35

Delta NYC to Mumbai

Português (Portuguese)